América-MG aguarda julgamento para pegar vaga do Avaí

Icasa pode ser excluído da Série B pelo Superior Tribunal de Justiça Desportiva depois de acionar a Justiça Comum

Estadão Conteúdo

01 de dezembro de 2014 | 19h46

O Campeonato Brasileiro da Série B chegou ao fim, mas o América-MG ainda sonha em ficar com a quarta vaga de acesso à elite do futebol brasileiro, que neste momento pertence ao Avaí. Isso porque o Icasa pode ser excluído pelo STJD (Superior Tribunal de Justiça Desportiva), fazendo com que o time mineiro salte da quinta para a quarta posição.

A questão é que se o Icasa for excluído e todos os jogos do time cearense forem invalidados, o América-MG terminaria a Série B com 66 pontos, dois a mais que o Atlético Goianiense - que seria o quinto colocado - e quatro a mais que o Avaí - que terminaria na sétima posição. Isso acontece porque o clube mineiro perdeu e empatou um jogo contra o time de Juazeiro do Norte (CE) - 1 a 1 e 2 a 0 -, enquanto que o catarinense venceu nos dois turnos - 1 a 0 e 2 a 0.

O América-MG aguarda o julgamento do Icasa no STJD, que já foi adiado duas vezes e ainda não tem uma nova data. E, mesmo em caso do clube cearense não ser excluído, promete acionar a justiça comum pedindo a exclusão do time de Juazeiro do Norte.

Tudo poderia ter sido evitado se o time mineiro não tivesse perdido seis pontos por usar, indevidamente, o lateral-esquerdo Eduardo. Caso não perdesse estes pontos, o América-MG ficaria com 67 pontos, em terceiro lugar, inclusive na frente do Vasco, que voltou à elite com 63 pontos.

ENTENDA O CASO

No final de agosto, o STJD julgou, em primeira instância, e excluiu o Icasa do Campeonato Brasileiro da Série B por ter acionado a justiça comum pleiteando uma vaga na Série A sem que se esgotassem todas as instâncias desportivas.

O clube cearense, porém, junto com a Federação Cearense de Futebol, conseguiu um efeito suspensivo que o permitiu disputar a Série B por completo. Por duas vezes o STJD chegou a marcar um novo julgamento, desta vez no Pleno, mas adiou a decisão nas duas vezes.

O time cearense acabou rebaixado matematicamente para a Série C, terminando a competição na 18.ª posição, com 43 pontos, mas sem que seus pontos fossem invalidados. Caso o time de Juazeiro do Norte seja excluído, o tribunal pode decidir por anular todos os jogos realizados por ele ou considerar W.O. todas as partidas. Nos dois casos, o América-MG terminaria a Série B na quarta posição.

Tudo o que sabemos sobre:
futebolSérie BAmérica-MGAvaíIcasa

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.