Divulgação/América-MG
Divulgação/América-MG

América-MG bate Atlético-PR, se reabilita e passa a ter a melhor campanha como mandante

Equipe mineira se reabilita após duas derrotas consecutivas

O Estado de S.Paulo

03 Junho 2018 | 18h43

Com um futebol de muita aplicação, o América-MG venceu o Atlético-PR por 3 a 1, de virada, neste domingo à tarde, no estádio Independência, pela nona rodada do Campeonato Brasileiro. Não só se reabilitou de duas derrotas seguidas, como também confirmou o melhor aproveitamento em casa, com quatro vitórias em cinco jogos. Com 13 pontos, ocupa a área intermediária da tabela, deixando o time paranaense com nove pontos, em 16.º lugar, "namorando" a zona de rebaixamento.

+ Veja a classificação do Campeonato Brasileiro

+ TEMPO REAL: Veja como foi América-MG 3 x 1 Atlético-PR

O time mineiro tinha perdido no domingo passado para o São Paulo, por 3 a 1, diante de sua torcida e depois caiu fora diante do Corinthians por 1 a 0. Por isso, logo tentou dar o tom do jogo, sendo mais agressivo. Mas esbarrou no bom bloqueio defensivo armado pelo time do Paraná, que tinha mais posse de bola. No momento de mais pressão do time da casa, o visitante saiu na frente. Thiago Carleto cobrou uma falta na frente da área, a bola desviou no meio da barreira e tirou o goleiro Jori do lance aos 37 minutos.

Porém, a vantagem no placar acabou rapidamente. Dois minutos depois, aos 39, saiu o empate. Aylon disputou a bola na linha de fundo e recolocou no meio da área. Após várias disputas, Judivan chutou e Serginho completou com categoria para as redes.

No segundo tempo, o América voltou a pressionar. Aos oito minutos, quase marcou com Aylon, não fosse o bloqueio da defesa. Mas, aos 10 minutos, o zagueiro Thiago Heleno teve uma chance valiosa para o visitante. Após lançamento longo, dividiu no alto e a bola ficou para sua perna esquerda. O chute saiu forte, bateu no travessão e saiu.

O tão esperado segundo gol do América para os torcedores do time mineiro saiu somente aos 30 minutos. Christian lançou Aylon pelo lado esquerdo, ele foi até o fundo, fez o giro e levantou do outro lado. Serginho testou de frente, de cima para baixo. A bola passou entre as pernas de Felipe Alves.

Depois disso, o técnico Fernando Diniz arriscou tudo. Tirou dois defensores - Wanderson e Matheus Rossetto - para as entradas, respectivamente, de Raphael Veiga e Bergson. Nesta altura do jogo, no entanto, o América estava bem postado em campo, muito atento na marcação.

Mais presente em campo, ainda conseguiu o seu terceiro gol. Aderlan recebeu na grande área e tocou de lado para o chute cruzado de Ademir, fazendo 3 a 1 aos 44 minutos.

Mais tranquilo, o América-MG volta a campo na quinta-feira, às 21 horas, diante do rival Atlético-MG, de novo no Independência. Na quarta-feira, no mesmo horário, o Atlético-PR vai pegar o Sport, na Ilha do Retiro, em Recife (PE).

FICHA TÉCNICA

AMÉRICA-MG 3 X 1 ATLÉTICO-PR

AMÉRICA-MG - Jori; Norberto, Messias, Matheus Ferraz e Carlinhos (Giovanni); Juninho, Christian, Serginho e Gerson Magrão (Ademir);Judivan (Aderlan) e Aylon.

Técnico: Enderson Moreira.

ATLÉTICO-PR - Felipe Alves; Zé Ivaldo, Thiago Heleno e Wanderson (Rafhael Veiga); Matheus Rosseto (Bergson), Camacho, Lucho González, Nikão, Guilherme e Thiago Carleto (Renan Lodi); Pablo.

Técnico: Fernando Diniz.

GOLS - Thiago Carleto, aos 37, e Serginho, aos 39 minutos do primeiro tempo; Serginho, aos 30, e Ademir, aos 44 minutos do segundo tempo.

ÁRBITRO - Rodrigo Batista Cardoso (DF).

CARTÕES AMARELOS - Matheus Ferraz (América-MG); Guilherme e Lucho González (Atlético-PR).

RENDA - R$ 32.230,00.

PÚBLICO - 4.679 pagantes.

LOCAL - Estádio Independência, em Belo Horizonte (MG).

 

Mais conteúdo sobre:
América Mineiro Atlético Paranaense

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.