América-MG decreta luto de 3 dias pela morte de William Morais

Corpo do meio-campista será sepultado na cidade natal, Osasco, nesta segunda-feira

SOLANGE SPIGLIATTI, estadão.com.br

06 de fevereiro de 2011 | 19h59

SÃO PAULO - O América-MG decretou luto oficial de três dias pela morte do meia-atacante William Morais, de 19 anos, assassinado em tentativa de assalto na madrugada de domingo em Belo Horizonte (MG).

Segundo nota do clube, logo após o conhecimento da morte do jogador, "toda a diretoria do América se mobilizou em apurar os fatos e dar total assistência à família da vítima".

Os pais do jogador, Francisco Antônio de Morais e Maria Clerismar de Oliveira, foram levados de Osasco (Grande São Paulo) pelo agente Marcelo Zanotti, a pedido do clube e chegaram a Belo Horizonte no começo da manhã.

Ainda de acordo com o América, os pais do jogador estavam muito abalados e foram ao Instituto Médico Legal (IML) acompanhados do promotor de Justiça Francisco Santiago e do diretor de Futebol Alexandre Mattos para fazer o reconhecimento do corpo, liberado para o velório por volta das 14 horas.

O corpo do jogador será velado e sepultado em Osasco, cidade natal de Willian, no cemitério Santo Antônio. A intenção dos familiares é de realizar a cerimônia no final da tarde desta segunda-feira.

William e todos os outros atletas estavam de folga desde a tarde de sábado, de acordo com o clube. Como o América só voltará a jogar pelo Campeonato Mineiro no dia 13, contra o Ipatinga, o grupo foi liberado após o treino de sábado, com reapresentação marcada para esta segunda-feira.

William Morais chegou ao América no dia 10 de janeiro e atuou três vezes pelo time mineiro, sendo relacionado como reserva em outro jogo. Formado nas categorias de base do Corinthians, o meia-atacante estava emprestado até o final da temporada.

Veja também:

link Jogador do Corinthians morre em tentativa de assalto em Minas

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.