América-MG é eficiente e goleia Náutico em Pernambuco

Obina faz um dos gols da partida e alcança o posto de terceiro maior artilheiro da Série B, com 11 gols, ao lado de Rodrigo Pimpão

Estadão Conteúdo

07 de outubro de 2014 | 21h53

O Náutico sonhava em se aproximar do G-4 - a zona de acesso - do Campeonato Brasileiro da Série B, mas não contava com uma noite praticamente perfeita do ataque do América-MG. Nesta terça-feira, na Arena Pernambuco, no Recife, o time mineiro aproveitou bem as oportunidades que criou e goleou por 4 a 1, pela 28.ª rodada. O clube de Belo Horizonte tem agora 38 pontos, enquanto que o pernambucano vem logo acima, com 41.

O time mineiro tomou pressão no começo do jogo, com boa atuação do goleiro João Ricardo, mas aproveitou bem as duas oportunidades que teve no primeiro tempo e abriu 2 a 0. No segundo tempo, os mineiros finalizaram mais - quatro vezes - fizeram outros dois gols, além de carimbarem a trave. O resultado manteve os dois times na zona intermediária da tabela de classificação.

Ainda com esperanças de encostar no G-4, o Náutico fez pressão nos primeiros minutos e deu trabalho para o adversário. Logo aos cinco minutos, Crislan recebeu em velocidade e bateu cruzado, exigindo boa defesa de João Ricardo. O goleiro mineiro teve trabalho 10 minutos depois em outro contra-ataque. Desta vez, Sassá invadiu a área em velocidade e finalizou. Novamente, o camisa 1 caiu bem para fazer a defesa.

Encurralado no campo de defesa, o América-MG pouco havia chegado ao campo de ataque. Em sua primeira subida de qualidade, porém, o time mineiro abriu o placar. Aos 20 minutos, Willians levantou para a área, Obina ajeitou e Gilson veio de trás, acertando belo chute, sem chance de defesa para Júlio César.

Os visitantes melhoraram com o gol e conseguiram ampliar antes do intervalo, em outra finalização precisa de Gilson. Após cobrança de escanteio, a bola ficou viva na frente da área e o camisa 11 pegou de primeira, bateu forte e marcou um belo gol.

O Náutico sentiu muito os dois gols e não teve forças para reagir antes do intervalo e levou a derrota para os vestiários com a esperança de conseguir um empate. O time visitante, no entanto, tratou de acabar com qualquer chance de reação logo aos três minutos. O meia Renan Oliveira fez jogada individual pelo meio e arriscou de fora da área. A bola mudou de direção e morreu no cantinho de Júlio César.

Mortal do meio para frente, o time mineiro transformou a vitória em goleada aos 10 minutos. Em jogada pela esquerda, Gilson fez o cruzamento e Obina apareceu na segunda trave para completar para as redes. Em seguida, em outro chute de fora da área, Leandro Guerreiro carimbou a trave de Júlio César.

Aos 22 minutos, o Náutico descontou. Após cobrança de falta de Vinícius, Renato Chaves cabeceou no ângulo de João Ricardo. O time pernambucano ainda acreditou na recuperação, mas a goleada estava selada e o América-MG voltou com três pontos na mala.

Pela 29.ª rodada, os dois times voltam a campo neste sábado, às 16h10. O Náutico recebe o ABC, novamente na Arena Pernambuco, no Recife. O América-MG encara a Portuguesa, no estádio Independência, em Belo Horizonte, no mesmo dia e horário.

FICHA TÉCNICA

NÁUTICO 1 x 4 AMÉRICA-MG

NÁUTICO - Julio César; Rafael Cruz, Willian Alves, Renato Chaves e Raí; João Ananias, Elicarlos (Helder) e Vinícius; Tadeu, Sassá (Marcos Vinícius) e Crislan (Bruno Furlan). Técnico: Dado Cavalcanti.

AMÉRICA-MG - João Ricardo; Pablo, Adalberto (Renato Santos), Vitor Hugo e Raul; Leandro Guerreiro, Andrei Girotto (Thiago Santos), Gilson e Renan Oliveira (Magrão); Willians e Obina. Técnico: Givanildo Oliveira.

GOLS - Gilson, aos 21 e aos 29 minutos do primeiro tempo; Renan Oliveira, aos 3, Obina, aos 10, e Renato Chaves, aos 22 minutos do segundo tempo.

CARTÕES AMARELOS - Raí e Vinícius (Náutico); Raul e Andrei Girotto (América-MG).

ÁRBITRO - Rodrigo Batista Raposo (DF).

RENDA - R$ 183.220,00.

PÚBLICO - 7.463 pagantes.

LOCAL - Arena Pernambucano, no Recife (PE).

Tudo o que sabemos sobre:
futebolSérie BNáuticoAmérica-MG

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.