Informação para você ler, ouvir, assistir, dialogar e compartilhar!
Estadão Digital
Apenas R$99,90/ano
APENAS R$99,90/ANO APROVEITE
Carol Lopes/Divulgação
Carol Lopes/Divulgação

América-MG empata com Ceará e volta è elite após quatro anos

Mineiros conseguem o resultado necessário para garantir o acesso

Estadão Conteúdo

21 de novembro de 2015 | 20h41

Após quatro anos, o América-MG está de volta à elite do futebol nacional. Diante de um Estádio Independência lotado e um adversário em clima de tensão, o time mineiro empatou com o Ceará por 1 a 1 neste sábado, em jogo válido pela 37.ª rodada da Série B do Campeonato Brasileiro, e garantiu o acesso à Série A. De outro lado, o Ceará não tem muito o que comemorar e vai decidir se permanece na segunda divisão apenas na última rodada.

Com o resultado, o América chegou aos 64 pontos e caiu para a quarta colocação. De qualquer maneira, o time não pode mais ser alcançado pelo Bragantino, quinto colocado, com 60, já que resta apenas um jogo para o fim da competição. Um acesso que poderia ter acontecido ano passado, quando o time perdeu seis pontos por escalar um jogador irregular.

No próximo sábado, o América-MG enfrenta o campeão Botafogo, no Engenhão, para buscar uma posição melhor na tabela. O Ceará, por sua vez, continua na zona da degola, em 17.º lugar, com 42 pontos, e terá o confronto direto com o Macaé, 15.º colocado, com 43 pontos. O duelo vai definir o último rebaixado da competição, que também pode ser o Oeste, 16.º colocado, com 43 pontos.

Nos primeiros minutos, o América-MG conseguiu impor seu jogo e se aproveitou de algumas falhas cearenses. O Ceará mal conseguia ficar com a bola no pé, mas aos poucos o time conseguiu se acertar em campo e mostrou que a vontade de permanecer na Série B é maior que tudo. Aos 11 minutos, Siloé colocou o time visitante na frente do placar. Após lançamento, o atacante escorou de cabeça, recebeu de volta e chutou para o fundo do gol.

Depois deste gol, o jogo esfriou um pouco. Mas antes do fim da primeira etapa, o América-MG pressionou até conseguir o gol de empate. Aos 43 minutos, Wesley Matos aproveitou um cruzamento na área e cabeceou para deixar tudo igual.

O segundo tempo começou bastante truncado e os dois times tiveram dificuldades para criar oportunidades. De qualquer maneira, o Ceará passou um bom tempo com a bola e ensaiou uma pressão. Aos 19 minutos o clima do jogo esquentou. Após desentendimento, Siloé e o zagueiro Alison foram expulsos.

Após as expulsões, o time mineiro cresceu no jogo e teve duas boas chances de virar. Primeiro, o zagueiro Charles tirou uma bola de cima da linha, após chute de Pablo. Depois, foi a vez do goleiro Éverson espalmar uma pancada de Tony e evitar um resultado pior. Antes do jogo terminar, Richarlison, do América-MG, também foi expulso. Os últimos minutos foram tensos para os mineiros, até o apito final. Daí a torcida soltou o grito de alegria.

FICHA TÉCNICA:

AMÉRICA-MG 1 x 1 CEARÁ

AMÉRICA-MG - João Ricardo; Wesley Matos, Alison, Anderson Conceição e Walber; Leandro Guerreiro (Rodrigo Souza), Tony e Marcelo Xavier; Marcelo Toscano, Richarlison e Pablo (Diego Lorenzi). Técnico - Givanildo de Oliveira.

CEARÁ - Éverson; Cametá, Charles, Sandro e Fernandinho; Baraka, João Marcos (Fabinho), Wescley e Alex Amado (Julio César); Siloé e Rafael Costa (Mazola). Técnico - Lisca.

ÁRBITRO - Wagner Reway (MT).

GOLS - Siloé, aos 11, e Wesley Matos, aos 43 minutos do primeiro tempo.

CARTÕES AMARELOS - Guilherme Xavier (América-MG); Charles e Tiago Cametá (Ceará).

CARTÕES VERMELHOS - Alison e Richarlison (América-MG); Siloé (Ceará).

RENDA E PÚBLICO - Não disponíveis.

LOCAL - Estádio Independência, em Belo Horizonte (MG).

Tudo o que sabemos sobre:
futebolSérie BAmérica-MGCeará

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.