Mourão Panda/América-MG
Mourão Panda/América-MG

América-MG faz mistério para duelo com o Bahia e reencontro com Enderson Moreira

Técnico Adílson Batista projeta equipe sem três jogadores por questões técnicas: Christian, Zé Ricardo e Rafael Moura

Estadão Conteúdo

11 Agosto 2018 | 08h05

No dia 16 de junho, durante a pausa do Campeonato Brasileiro por conta da Copa do Mundo, Enderson Moreira deixou o América-MG e acertou com o Bahia. Quase dois meses depois, treinador e clube voltam a se encontrar neste sábado, quando mineiros e baianos se enfrentam na Arena Fonte Nova, às 19 horas, pela 18ª rodada.

O atual técnico do time mineiro, Adilson Batista, se mostrou preocupado com o fato de Enderson Moreira conhecer bem o grupo, com quem trabalhou nos dois últimos anos. Por isso, as atividades foram fechadas para a imprensa durante a semana.

"O Enderson Moreira leva uma vantagem por ter ficado aqui quase dois anos, por conhecer o grupo e sua maneira de trabalhar. Tem a vantagem de conhecer as características dos nossos jogadores e isso é algo considerável. Cabe a nós criar alternativas", comentou Adilson Batista.

O treinador surpreendeu ao não relacionar três jogadores por questões técnicas: os volantes Christian e Zé Ricardo, além do atacante Rafael Moura. Sem poder contar com os laterais direitos Aderlan, suspenso, e Norberto, lesionado, Adilson Batista deve improvisar Juninho no setor. A escalação oficial só mesmo momentos antes do jogo.

Na décima colocação, com 21 pontos, o América-MG quer a vitória para não correr o risco de se aproximar da zona de rebaixamento. Mas vai bem sob o comando do novo técnico, com duas vitórias e um empate. O Bahia tem três pontos a menos e é o primeiro fora da zona de rebaixamento.

 

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.