Mourão Panda/América-MG
Mourão Panda/América-MG

América-MG promete postura mais ofensiva para tentar superar Fluminense

Técnico Adilson Batista ensaiou uma equipe no 4-4-3, com retornos de Luan e Rafael Moura

Estadão Conteúdo

19 Agosto 2018 | 07h36

Apesar de já ter feito a sua melhor campanha na história dos pontos corridos no primeiro turno, o América Mineiro precisa reencontrar a vitória para se afastar ainda mais da zona de rebaixamento do Brasileirão. É com este objetivo que o time mineiro vai enfrentar o Fluminense, neste domingo, no Independência, pela 19.ª rodada.

Para tanto, o técnico Adilson Batista aposta numa formação mais ofensiva. No treino de sexta-feira, que finalizou a preparação do time para o jogo, o treinador ensaiou uma equipe no 4-4-3, com retornos de Luan e Rafael Moura. O último não foi nem relacionado na derrota para o Bahia por 1 a 0, na última rodada, em Salvador (BA).

Recuperado de lesão, Ruy completa o setor ofensivo. Adilson Batista quer aproveitar o fato de jogar ao lado da torcida para propor o jogo mesmo dando muito crédito ao adversário e ao técnico Marcelo Oliveira.

"É um jogo muito complicado, mas temos competência para buscar a vitória. Precisamos ter muita atenção na marcação, porque eles têm muita força ofensiva, principalmente com a presença do Pedro, agora na seleção brasileira", diz o treinador do América.

Em 18 jogos disputados até agora, o América venceu seis, empatou três e perdeu nove. O time tem 21 pontos, lutando, neste primeiro momento, por uma vaga na Copa Sul-Americana de 2019. Em 2016, quando terminou rebaixado, o time mineiro somou apenas 13 pontos no turno inicial.

 

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.