João Zebral/América-MG
João Zebral/América-MG

América-MG supera surto de covid-19 e bate o Ceará com gols de Fabrício Daniel

Apesar de não ter saído do Z-4, time mineiro chegou aos 18 pontos, empatado com Fluminense e Bahia, os primeiros fora da zona da degola

Redação, Estadão Conteúdo

29 de agosto de 2021 | 13h14

Mesmo sofrendo com muitos desfalques por causa do surto de covid-19 em seu elenco, que chegou a dez casos, o América-MG mostrou superação neste domingo pela manhã para vencer o Ceará, pelo placar de 2 a 0, na Arena Independência. Com gols de Fabrício Daniel, o time mineiro ganhou um respiro na luta contra a zona de rebaixamento.

Apesar de não ter saído do Z-4, o América-MG, que voltou a vencer após duas rodadas, chegou aos 18 pontos e agora tem a mesma pontuação de Fluminense e Bahia, primeiros fora da zona da degola. Já o Ceará, apesar da derrota, segue na parte de cima da tabela, na oitava colocação, com 24 pontos. Porém, vem de um jejum de quatro jogos sem vitórias.

O primeiro tempo começou bastante movimentado, com as equipes buscando espaço para chegar com perigo ao gol adversário. Após uma boa jogada, o América-MG conseguiu abrir o placar logo em sua segunda descida ao ataque. Aos cinco minutos, Fabrício Daniel recebeu fora da área, ajeitou para a perna direita e chutou no cantinho do goleiro Richard, que nada pôde fazer.

O Ceará até chegou a empatar aos 16 minutos, depois de uma cobrança de falta de Vina, que William Oliveira cabeceou para o gol, mas a arbitragem viu um toque de mão na bola e invalidou o lance após analisar o VAR. Depois disso, o ritmo da partida seguiu alto e o América-MG quase ampliou em uma boa chegada aos 32. Ademir cobrou falta, Lima desviou, mas a bola saiu pela linha de fundo.

Na volta do intervalo, o time mineiro foi para cima e marcou o segundo gol aos 15 minutos. Depois de cruzamento na área, Lucas Kal escorou e a bola sobrou livre para Fabrício Daniel marcar o seu segundo gol no jogo. Enquanto o Ceará tentava reagir, os donos da casa tiveram a chance de praticamente decretar a vitória.

Aos 21, Juninho invadiu a área e foi derrubado por Jael. Ligado no lance, o árbitro marcou pênalti. Ribamar foi para a cobrança e parou em bela defesa de Richard. Nos minutos finais, a partida seguiu equilibrada, com o Ceará tentando pelo menos descontar, mas sem sucesso.

Agora, as equipes terão quase duas semanas de pausa por conta de jogos da seleção brasileira nas Eliminatórias Sul-Americanas para a Copa do Mundo do Catar. O América-MG volta a campo no sábado, dia 11, quando recebe o Athletico-PR, às 16h, no Estádio Independência. No dia seguinte, o Ceará visita o Grêmio, às 11h, em Porto Alegre.

FICHA TÉCNICA

AMÉRICA-MG 2 X 0 CEARÁ

AMÉRICA-MG - Matheus Cavichioli; Anderson Jesus, Lucas Kal e Ricardo Silva; Patric, Juninho, Ademir e Marlon (João Paulo); Fabrício Daniel (Juninho Valoura), Felipe Azevedo (Marcelo Toscano) e Ribamar (Berrío). Técnico: Vagner Mancini.

CEARÁ - Richard; Fabinho (Marlon), Messias, Luiz Otávio e Bruno Pacheco (Kelvyn); Fernando Sobral, William Oliveira (Gabriel Dias), Rick (Erick), Lima e Vina; Cleber (Jael). Técnico: Guto Ferreira.

GOLS - Fabrício Daniel, aos 5 minutos do primeiro tempo e aos 15 do segundo.

ÁRBITRO - Raphael Claus (SP).

CARTÕES AMARELOS - Fabrício Daniel (América-MG) e Jael (Ceará).

RENDA E PÚBLICO - Jogo disputado com portões fechados.

LOCAL - Arena Independência, em Belo Horizonte (MG).

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.