Márcio Cunha/ ACF
Márcio Cunha/ ACF

América-MG tem gol mal anulado no fim, e Chapecoense se mantém em 1º na Série B

Equipe mineira usou as redes sociais para protestar contra erro da arbitragem que impediu chegada à liderança

Redação, Estadão Conteúdo

20 de dezembro de 2020 | 18h38

Apontada como final antecipada, a partida realizada na tarde deste domingo na Arena Independência não decepcionou. Em um duelo eletrizante e com direito a gol mal anulado no último lance, América-MG e Chapecoense ficaram no empate por 2 a 2, pela 30ª rodada do Campeonato Brasileiro da Série B.

Melhor para a Chapecoense, que chegou ao sexto jogo de invencibilidade e se manteve na liderança isolada com 59 pontos, dois a mais que o vice-líder América-MG, que vinha de quatro vitórias seguidas.

Jogadores e membros da comissão técnica do time mineiro deixaram o gramado revoltados com a arbitragem, que errou ao anular o gol marcado por Ademir aos 49 minutos do segundo tempo. A vitória colocaria o América-MG na liderança.

O começo do jogo foi decepcionante pelo que se esperava dos times. A Chapecoense criou a única chance real em cabeçada de Denner rente à trave. Mas o melhor estava guardado para os minutos finais do primeiro tempo.

Aos 39 minutos, Alan Ruschel bateu rasteiro e Aylon apareceu na marca do pênalti para desviar, surpreendendo Matheus Cavichioli. Depois disso, o América-MG partiu em busca do empate. Felipe Azevedo parou duas vezes em João Ricardo e Ademir acertou o travessão.

Com duas alterações que deixaram o time bem ofensivo, o América-MG precisou de oito minutos para empatar no segundo tempo. Felipe Azevedo recebeu de Sávio na entrada da área e bateu. A bola desviou no meio do caminho e saiu do alcance de João Ricardo.

O América-MG continuou em cima buscando a virada, mas quem marcou foi a Chapecoense. Após falha de Sabino, Bruno Silva invadiu a área, cortou Messias e bateu no canto de Matheus Cavichioli. Na sequência, Anderson Jesus e Felipe Azevedo quase empataram.

Aos 43 minutos não teve jeito. Alê cobrou escanteio, a bola foi desviada na primeira trave e Anderson Jesus completou. A virada poderia ter acontecido no último lance se a arbitragem não anulasse o gol de Ademir após desvio de cabeça de Léo Passos. O atacante estava em posição legal, mas o auxiliar Anderson de Moraes Coelho (SP) anotou o impedimento. Foi um lance muito rápido, difícil de ser confirmado sem a ajuda do VAR (lembrando que na Série B não há atuação de árbitro de vídeo).

O América-MG volta a campo no próximo sábado, contra o CRB, às 18h30, na Arena Independência, em Belo Horizonte, pela 31ª rodada. Antes, na quarta-feira, o time faz o primeiro jogo da semifinal da Copa do Brasil, contra o Palmeiras, às 21h30, no Allianz Parque, em São Paulo.

Já a Chapecoense vai ter uma semana de folga, pois só entra em campo pela 31ª rodada no próximo dia 28, contra o Paraná, às 20 horas, na Arena Condá, em Chapecó.

FICHA TÉCNICA

AMÉRICA-MG 2 X 2 CHAPECOENSE

AMÉRICA-MG - Matheus Cavichioli; Daniel Borges (Felipe Augusto), Messias, Anderson Jesus e Sávio; Flávio (Alê), Juninho e Geovane (Léo Passos); Felipe Azevedo, Rodolfo (Sabino depois Marcelo Toscano) e Ademir. Técnico: Lisca.

CHAPECOENSE - João Ricardo; Matheus Ribeiro, Joílson (Kadu), Derlan e Alan Ruschel; Willian Oliveira, Ronei (Anderson Leite) e Denner (Busanello); Anselmo Ramon, Aylon (Lucas Tocantins) e Mike (Bruno Silva). Técnico: Umberto Louzer.

GOLS - Aylon, aos 39 minutos do primeiro tempo; Felipe Azevedo, aos oito, Bruno Silva, aos 29, e Anderson Jesus, aos 43 minutos do segundo tempo.

ÁRBITRO - Edina Alves Batista (SP).

CARTÕES AMARELOS - Alê (América-MG); Joílson, Busanello e Willian Oliveira (Chapecoense).

RENDA E PÚBLICO - Portões fechados.

LOCAL - Arena Independência, em Belo Horizonte (MG).

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.