Daniel Hott/ América-MG
Daniel Hott/ América-MG

América-MG vence Figueirense, lidera a Série B e garante acesso à elite nacional

Vitória por 2 a 1 leva o time mineiro aos 66 pontos e garante a liderança na tabela

Estadao Conteudo

11 Novembro 2017 | 20h22

Um ano depois de ser rebaixado como lanterna do Campeonato Brasileiro, o América-MG está de volta à elite nacional. Na tarde deste sábado, o time mineiro foi até Florianópolis (SC) e conquistou o acesso com a vitória por 2 a 1 sobre o Figueirense, em pleno estádio Orlando Scarpelli. A partida foi válida pela 35.ª rodada da Série B.

+ Boa vence, respira na Série B e deixa Santa Cruz mais perto do rebaixamento

+ Após tropeço e protestos, Internacional demite Guto Ferreira

Invicto há sete partidas, o América-MG chegou aos 66 pontos, pontuação que o Oeste, quinto colocado, poderia atingir nas últimas três rodadas. O time paulista, porém, não alcançaria os mineiros no número de vitórias, primeiro critério de desempate. Hoje, a diferença é de quatro triunfos (18 contra 14) entre os dois times.

Além de confirmar o acesso, o América-MG assumiu a liderança da Série B, já que o Internacional ficou no empate com o Vila Nova, por 1 a 1, em Porto Alegre. Por outro lado, o Figueirense perdeu a invencibilidade de oito jogos em casa e segue com chances de rebaixamento, com 43 pontos, apenas três à frente do Luverdense, 17º colocado e que hoje encabeça a zona de descenso da tabela.

Dependendo apenas de si para confirmar o acesso à elite, o América-MG abriu o placar logo no primeiro minuto. Norberto cobrou escanteio e Rafael Lima cabeceou no ângulo. Os visitantes, porém, recuaram demais e o Figueirense foi buscar o empate aos 25 minutos. Jorge Henrique aproveitou falta cobrada por Marco Antônio e desviou de peixinho.

Quando parecia que o primeiro tempo terminaria empatado, o América-MG voltou a ficar na frente do placar aos 48 minutos. Bill cruzou na segunda trave, Gerson Magrão ajeitou para trás e Giovanni cabeceou para o gol aberto.

O Figueirense foi em busca da virada após o intervalo, mas encontrou uma defesa bem postada e poucos espaços. Quando achou, não aproveitou. Dudu Vieira cruzou rasteiro, Jorge Henrique ajeitou de letra e Renan Mota bateu para defesa segura de João Ricardo. E quase que o América-MG fez 3 a 1 na sequência com Bill. Gerson Magrão cobrou escanteio, Saulo saiu mal do gol e o atacante cabeceou no travessão.

Os dois times voltam a campo na próxima terça-feira, pela 36.ª rodada. O Figueirense enfrenta o Vila Nova, às 20h30, no Serra Dourada, em Goiânia, enquanto o América-MG recebe o Juventude, às 21h30, no estádio Independência, em Belo Horizonte.

FICHA TÉCNICA

FIGUEIRENSE 1 X 2 AMÉRICA-MG

FIGUEIRENSE - Saulo; Dudu, Ferreira (Henrique Trevisan), Naylhor e João Lucas; Zé Antônio, Dudu Vieira, Marco Antônio (Joãozinho), Renan Mota e Jorge Henrique; André Luís (Henan). Técnico: Milton Cruz.

AMÉRICA-MG - João Ricardo; Norberto, Messias, Rafael Lima e Giovanni; Juninho, Ernandes, Gérson Magrão, Renan Oliveira (Zé Ricardo) e Felipe Amorim (Rubão); Bill (Edno). Técnico: Enderson Moreira.

GOLS - Rafael Lima, a 1, Jorge Henrique, aos 25, e Giovanni, aos 48 minutos do primeiro tempo.

ÁRBITRO - Alisson Sidnei Furtado (TO).

CARTÕES AMARELOS - Renan Mota e Jorge Henrique (Figueirense); Gerson Magrão (América-MG).

RENDA - R$ 124.886,00.

PÚBLICO - 6.487 pagantes (7.044 total).

LOCAL - Estádio Orlando Scarpelli, em Florianópolis (SC).

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.