Mourão Panda/América-MG
Mourão Panda/América-MG

América-MG visita Atlético-PR em busca de pontos para ficar longe da degola

Adilson Batista leva time mineiro à Arena da Baixada com três desfalques na zaga e no meio-campo

Estadão Conteúdo

06 Outubro 2018 | 06h18

Passada a euforia do início de trabalho, o técnico Adilson Batista tem enfrentado os primeiros problemas à frente do América-MG. Sem vencer há quatro jogos, o treinador tem desfalques para o jogo com o Atlético-PR neste sábado, às 16 horas, na Arena da Baixada. Como o time tem 32 pontos, o jogo da 28.ª rodada pode ser importante para manter o clube afastado da zona de rebaixamento do Campeonato Brasileiro.

São três desfalques importantes. O lateral-direito Norberto segue se recuperando de um edema na região medial do joelho direito, enquanto o meia Giovanni e o zagueiro Lima ainda estão em processo de transição. Novamente sem opções para a lateral, Adilson Batista deve manter Aderlan na posição, que já atuou no empate por 0 a 0 com o Corinthians no último fim de semana.

Na contenção no meio de campo, o treinador conta apenas com o volante Leandro Donizete e provavelmente vai ter que improvisar David novamente no setor. Na frente ele deve manter a formação com três atacantes: Luan, Robinho e Wesley, que participaram do último jogo e têm se destacado. O lateral-esquerdo Carlinhos cumpriu suspensão e deve retomar a sua posição no lugar de Gerson Magrão, que atuou improvisado.

Com três empates e uma derrota nos últimos quatro jogos, o América-MG está próximo do Vitória, primeiro clube da zona de rebaixamento, com 29. O time mineiro não costuma ter bom desempenho fora de casa, com apenas duas vitórias em 13 jogos, além de dois empates e nove derrotas. "Nós sabemos que é difícil segurar o Atlético na Baixada, mas temos que ter isso na cabeça e volta para casa com pontos", comentou Adílson.

 

 

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.