América reclama da arbitragem no Estadual do Rio

O presidente do América, Reginaldo Mathias, acusou a Federação de Futebol do Estado do Rio de Janeiro (Ferj) de armar um complô no Estadual para prejudicar seu clube, que não se aliou ao presidente da entidade, Rubens Lopes, afastado do cargo por determinação da Justiça. América, Flamengo e Botafogo formam um bloco de oposição a Lopes e lutam por novas eleições na entidade.Em nota oficial divulgada nesta segunda-feira, Mathias disse ter informações de que o América pode sofrer retaliações no âmbito das arbitragens e na Justiça Desportiva do Rio.O clube reclama de uma punição recebida no fim da semana, de perda de mando de campo, pelo arremesso de uma lata no jogo de estréia, contra o Volta Redonda, no Estádio Giulite Coutinho. Por causa da punição, o clássico de quarta, contra o Vasco, será no Maracanã, e não em Edson Passos.CabofrienseO técnico Waldemar Lemos assumiu nesta segunda-feira o comando da Cabofriense no lugar de Jair Pereira, demitido após derrota para o Madureira, no fim de semana, pela terceira rodada da Taça Guanabara, primeiro turno do Estadual do Rio. Lemos, irmão de Oswaldo de Oliveira, comandou o Figueirense durante boa parte do Campeonato Brasileiro de 2006.AmericanoVálter Ferreira é o novo treinador do Americano. Sua escolha foi definida após a demissão de Nedo Xavier, que não conseguiu nenhuma vitória nas três rodadas iniciais do Estadual - foram duas derrotas e um empate. Ferreira já estréia sábado, no jogo contra o Madureira, fora de casa.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.