América-RN desencanta e vence Paraná, que segue ameaçado

Equipe do Rio Grande do Norte consegue um triunfo - 0 4.º na competição - após 16 rodadas de jejum

Fábio Pacheco, Especial para o Estadão

04 de outubro de 2007 | 23h33

Depois de um jejum de 16 rodadas, O América-RN voltou a vencer no Campeonato Brasileiro da Série A. Na noite desta quinta-feira, no Estádio Machadão, o lanterna do Nacional derrotou o Paraná por 3 a 2, gols de Carlos Eduardo e Wesley Brasília (2). O último triunfo da equipe havia ocorrido no dia 21 de julho - 2 a 1 sobre o Atlético-PR. Veja também: Classificação Calendário / Resultados A abertura do placar foi aos 29 minutos da etapa inicial. Souza cobrou falta com efeito, e o goleiro Flávio não conseguiu segurar. Na disputa entre a zaga paranaense e o ataque potiguar, a bola sobrou nos pés do zagueiro Carlos Eduardo, que completou para o gol. O Paraná foi para cima e aos 44 minutos, Josiel, o artilheiro do Brasileirão, fez seu 18.º gol no torneio e empatou a partida. Em jogada pela direita, Vandinho cruzou e a bola sobrou livre para o atacante, que completou para o fundo das redes, fazendo 1 a 1. O América terminou o primeiro tempo no prejuízo, já que o árbitro Paulo César Oliveira não validou um gol legal marcado por Reinaldo. A bola passou da risca, mas o goleiro Flávio encobriu o lance, tirando a visão da bandeira Ângela Paula.América-RN3Sérvulo; Carlos Eduardo, Róbson e Rogélio; Ney Santos (Chiquinho), Tony (Washington), Reinaldo, Souza e Berg; Wesley Brasília (Lano) e Leandro SenaTécnico: Paulo MoroniParaná2Flávio; Daniel Marques, Nem     (João Paulo) e Luís Henrique; Vandinho, Adriano    , Rafael Muçamba, Batista e Adriano Bahia (Everton); Jefferson (Lima) e JosielTécnico: Lori SandriGols: Carlos Eduardo, aos 29, e Josiel, aos 44 minutos do primeiro tempo. Adriano Bahia, aos 5, Wesley Brasília, aos 19 e aos 34 minutos do segundo tempoÁrbitro: Paulo Cesar Oliveira (SP)Renda: R$ 28.275,00Público: 2.400 pagantesEstádio: Machadão No início da etapa final, o Paraná virar o marcador num chute de fora da área através de Adriano Bahia. Mas, aos 19 minutos, o time potiguar empatou a partida com Wesley Brasília, aproveitando um rebote do goleiro Flávio. Em grande apresentação, o pequenino Wesley Brasília ainda marcaria o gol da virada do time da casa. Aos 34, Washington foi derrubado na área por Batista, o árbitro marcou pênalti e na cobrança o atacante converteu, dando números finais a partida. O Paraná continua com 34 pontos e não consegue deixar a zona de rebaixamento, enquanto o América-RN permanece virtualmente rebaixado, na última colocação, com 16 pontos. O time do Rio Grande do Norte volta a campo neste no domingo, quando enfrenta o Internacional, em Porto Alegre. No mesmo dia, o Paraná joga contra o Figueirense, em Florianópolis.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.