América teme arbitragem no confronto com o Madureira

O América está preocupado com a arbitragem do jogo deste sábado, contra o Madureira, às 16 horas, pela segunda rodada da Taça Rio. O escolhido pela Federação de Futebol do Rio, Agnaldo Xavier Farias, ainda não apitou nenhuma partida da competição e, segundo dirigentes do América, é muito bem relacionado com sócios do presidente do Madureira, Elias Duba. A partida será realizada no Estádio Giulite Coutinho, que pertence ao América.As duas equipes se enfrentaram em fevereiro numa semifinal da Taça Guanabara e o Madureira levou a melhor: venceu por 2 a 1. O América venceu a última partida, contra o Americano, em Campos, em sua estréia na Taça Rio, enquanto o Madureira vem de duas goleadas sofridas por 4 a 1, para o Flamengo, na final da Taça Guanabara, e o Vasco, na semana passada, na primeira rodada da Taça Rio.O técnico Aílton Ferraz não quer que o time entre em campo pensando em revanche. ?O que passou não importa.? Ele espera um jogo bem disputado e conta com o apoio da torcida para vencer. No Madureira, o técnico Alfredo Sampaio comandou nesta sexta-feira um treino em que ensaiou cobranças de falta e jogadas aéreas. ?Será uma partida essencial para as nossas pretensões na competição. Respeitamos muito o adversário, que tem uma boa equipe, mas vamos em busca do nosso objetivo, que é a vitória.?No outro jogo deste sábado, às 20h30, a Cabofriense recebe o Nova Iguaçu, em Cabo Frio. As duas equipes chegam em busca de reabilitação, depois de derrotas no último fim de semana: a Cabofriense levou 3 a 1 do Fluminense, enquanto o Nova Iguaçu perdeu em casa, por 2 a 1, para um Flamengo escalado com vários reservas.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.