América vence e deixa Ponte ameaçada

No duelo entre desesperados no Campeonato Paulista, o América surpreendeu e complicou ainda mais a situação da Ponte Preta ao vencer, em Campinas, por 3 a 2. O resultado colocou o time campineiro ainda mais ameaçado pelo rebaixamento, com sete pontos e na 17.ª colocação. O América respirou um pouco aliviado e subiu para a 11.ª posição, com 11 pontos ganhos.A Ponte Preta não começou bem o jogo e ficava difícil até para saber quem jogava em casa. O América jogava melhor e a torcida hostilizava os jogadores ponte-pretanos. Aos nove minutos o artilheiro Finazzi perdeu um gol incrível. Já na pequena área, ele acertou a trave. Mas, aos poucos o time da casa foi se soltando e perdeu uma chance de ouro com Romualdo, aos 17 minutos. Porém, num contra-ataque rápido os campineiros abriram o placar. Aos 37 minutos, o goleiro André só desviou cruzamento rasteiro e, na sobra, Roger chutou forte de pé esquerdo.Se o América jogou bem no primeiro tempo e saiu derrotado de campo, precisou apenas de dez minutos para virar o placar na segunda etapa. Guim serviu Finazzi que, sem goleiro, marcou seu décimo gol na competição, aos dois minutos. Aos dez, foi a fez de Danilinho passar para Maranhão concluir com precisão.O gol da virada pegou o time da casa de surpresa e antes mesmo da tentativa de se reerguer, a Ponte Preta levou o terceiro gol. O angolano Johnson puxou contra-ataque, recebeu na cara do gol e bateu forte para decretar a vitória americana em Campinas. No último minuto, Romualdo ainda descontou para os donos da casa, mas era tarde para uma reação.Na próxima rodada, a Ponte Preta tenta a reabilitação em Americana, no sábado, às 18 horas, contra o Rio Branco. O América joga domingo, às 16 horas, em Santa Bárbara d?Oeste, diante do União Barbarense.

Agencia Estado,

26 de fevereiro de 2005 | 20h09

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.