América vence o Fluminense e está na semifinal do Carioca

O Fluminense está praticamente fora da fase decisiva da Taça Guanabara. Sem brilho, o time tricolor levou "olé" e foi derrotado por 2 a 0 pelo América, na noite de sábado, no Maracanã. Com a vitória, o América é o primeiro a garantir vaga nas semifinais. Somente uma improvável combinação de resultados mudará o destino da equipe das Laranjeiras no primeiro turno do Estadual do Rio.Invicto, o América é a sensação do campeonato. Nessa semana, derrotou dois clubes de grande investimento: Vasco e Fluminense. E neste sábado quebrou mais um tabu: não vencia a equipe tricolor no Maracanã havia 17 anos. A torcida do Fluminense hostilizou o técnico Paulo César Gusmão, chamando-o de "burro". "A equipe está um pouco cansada, mas graças a Deus se superou em campo. A vitória é fruto do nosso trabalho. Respeitamos os adversários, mas acreditamos no nosso potencial", declarou o experiente Válber.Ao Fluminense, só a vitória interessava. Para o América, o empate seria um bom resultado. Por conta disso, a equipe tricolor começou a partida com velocidade e buscando o ataque. Esbarrou na boa atuação do goleiro Eduardo e na marcação forte do adversário.O meia Carlos Alberto, destaque principal do Fluminense, foi vigiado de perto. Muitas vezes sofreu faltas e revidou. Levou cartão amarelo, reclamou da arbitragem e dos colegas de equipe. Nervoso, foi repreendido pelo técnico: "Fica calmo", exigiu PC Gusmão, à beira do campo. O atleta respondeu: "Eu estou calmo." A torcida só vibrou no primeiro tempo quando o árbitro Antônio Frederico de Carvalho tropeçou e caiu no gramado. E vaiou a equipe tricolor depois de ver o volante Bruno Lazaroni fazer um golaço para o América. Ele acertou um belo voleio, aos 46 minutos. O grito de "Sangue" ecoou no Maracanã."Vamos voltar para a etapa final com o mesmo propósito: jogar no erro do Fluminense. Nos fechamos bem e exploramos o contra-ataque", disse Lazaroni, eufórico. "Nunca fiz um gol como profissional no Maracanã e este realmente foi muito bonito."O Fluminense pressionou e nada. O América foi mais eficiente: Marco Brito, num lance isolado, fez 2 a 0 e assegurou os três pontos. A torcida americana provocou: "Eliminado"; e "ô, ô, ô, o América é o melhor do Rio".À tarde, o Madureira derrotou o Americano por 1 a 0, em Conselheiro Galvão, e segue na luta por uma vaga na fase semifinal da Taça Guanabara. A equipe do subúrbio do Rio soma 8 pontos e ocupa o segundo lugar no Grupo A. O atacante Marcelo, de pênalti, marcou o gol da vitória.Ficha técnica:Fluminense 0 x 2 AméricaFluminense - Ricardo Berna; Thiago Silva, Luiz Alberto e Roger; Carlinhos, Arouca, Cícero (André Moritz), Thiago Neves (Soares) e Junior César (Rafael Moura); Carlos Alberto e Alex Dias. Técnico: Paulo César Gusmão.América - Eduardo; Denis (Guerra), André, Júnior Baiano e Maciel; Válber, Bruno Lazaroni, André Gomes e Leandro Chaves (Argeu); Marco Brito (Douglas) e Júnior Amorim. Técnico: Aílton Ferraz.Gols - Bruno Lazaroni, aos 46 minutos do primeiro tempo. Marco Brito, aos 26 minutos do segundo tempo. Árbitro - Antônio Frederico de Carvalho Schneider. Cartões amarelos - Carlos Alberto, André, Marco Brito e Júnior Baiano. Local - Estádio do Maracanã, no Rio de Janeiro (RJ).

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.