Amistoso do Brasil atrapalha rotina da Itália

A Itália treinou na tarde desta quinta-feira, no Estádio de Genebra, mesmo local onde empatou com a Suíça por 1 a 1 no dia anterior. Mas como o Brasil jogará no mesmo local no domingo, contra a Nova Zelândia, a entrevista coletiva do técnico Marcello Lippi nesta quinta foi numa sala menor e não na utilizada depois do jogo. O motivo é que a sala principal já estava decorada com o painel de patrocinadores da seleção brasileira. Totti, que jogou os 90 minutos contra a Suíça na quarta-feira, irá descansar no amistoso desta sexta-feira, contra a Ucrânia, em Lausanne (15h45, horário de Brasília). Lippi confirmou após o treino que o craque da Roma ficará no banco e deverá jogar apenas uns 30 minutos no segundo tempo. Os jogadores que atuaram mais de 45 minutos contra a Suíça (Buffon, Zaccardo, Cannavaro, Grosso, Gattuso, Pirlo e Totti) fizeram apenas um leve treino físico na tarde de quinta. Os outros correram muito num dois-toques e depois num trabalho de cruzamentos e finalizações. O destaque foi o atacante Gilardino, que fez muitos gols nos goleiros reservas Peruzzi e Amelia.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.