Kimimasa Mayama/EFE
Kimimasa Mayama/EFE

Amistoso entre Japão e Chile é suspenso após forte terremoto em Hokkaido

Seleção chilena estava na ilha, onde aconteceria a partida, e avisa que jogadores e comissão não se machucaram devido ao tremor

EFE

06 Setembro 2018 | 09h15

A Associação de Futebol do Japão (JFA, sigla em inglês) decidiu, nesta quinta-feira, suspender a partida amistosa entre as seleções japonesa e chilena, prevista para acontecer amanhã, na ilha de Hokkaido, após o forte terremoto que atingiu a região.

"Esta decisão foi tomada tendo em consideração a gravidade dos danos e o impacto significativo em infraestruturas básicas como eletricidade e transporte, e também para garantir a segurança dos espectadores", explicou a JFA, através de um comunicado.

A seleção chilena foi surpreendida pelo forte terremoto de 6,7 graus na escala Ritcher que sacudiu às 3h08 (hora local) a ilha, onde disputaria o amistoso no estádio Sapporo Dome.

A equipe comandada pelo colombiano Reinaldo Rueda, ex-técnico do Flamengo, informou através de seu perfil no Twitter que jogadores e comissão técnica "se encontram em perfeitas condições", enquanto um porta-voz da JFA confirmou à Agência EFE que a seleção sul-americana segue em Hokkaido, mas partirá para a Coreia do Sul onde na próxima terça-feira jogará contra os donos da casa.

A JFA expressou suas condolências às vítimas do forte terremoto em Hokkaido, que causou pelo menos sete mortes e deixou cerca de 30 desaparecidos. / EFE

 

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.