Amoroso disputará seu 2º Brasileirão

Amoroso chegou ao São Paulo no "filé mignon" da Copa Libertadores da América, como ele mesmo diz. Foi peça fundamental na conquista do tri e a partir desta quarta-feira, aos 31 anos, disputará apenas o segundo Campeonato Brasileiro de sua carreira.O primeiro - e único - foi o de onze anos atrás. Um campeonato de que o atacante tem boas e más recordações. "Fui artilheiro (19 gols) naquele ano, mas a última lembrança não é das melhores. Me contundi em um jogo contra o São Paulo e não joguei mais pelo Guarani. Eu estava em um momento muito bom da minha carreira e o Guarani chegou até as semifinais, quando acabou eliminado pelo Palmeiras - campeão daquele ano", lembrou Amoroso.A partida contra o Brasiliense, nesta quarta-feira, marcará a volta de Amoroso a Brasília, cidade em que nasceu e viveu até os 15 anos. Não teve, porém, muitas oportunidades de jogar lá, depois que se profissionalizou no Guarani. "Amanhã, será a terceira vez que jogo lá. Em 95, participei de um amistoso entre os Amigos do Túlio e a Seleção de Brasília, e em 96, pelo Flamengo, enfrentei o Linhares, pela Copa do Brasil", afirmou Amoroso.Amoroso terá um novo companheiro de ataque a partir desta quarta-feira: Diego Tardelli. O garoto volta a ser titular com a saída de Luizão para o Nagoya Grampus, do Japão. "Não teremos problemas de entrosamento. Acho que o São Paulo terá um futebol mais rápido. Tardelli é jogador de velocidade, como eu", avisou Amoroso, que sentirá falta de Luizão. "Sai um grande amigo, de uma experiência enorme. O Luizão era um dos líderes em campo e perdemos isso. Agora, entra um jovem, e tenho de usar a minha vivência para ajudá-lo a crescer profissionalmente."

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.