Amoroso quer ficar, diz agente

A permanência de Amoroso no São Paulo ganhou um aliado: Nivaldo Baldo, empresário do atacante. Ele, que, antes do Mundial, mostrava-se irritado com a diretoria do clube, agora mudou o discurso. Está mais amistoso, apostando na renovação. ?O Amoroso quer ficar no São Paulo. Só estamos esperando um telefonema do Juvenal Juvêncio. A renovação está nas mãos dele. É só me chamar para conversar; acerto tudo e depois o Amoroso assina o contrato?, diz Baldo. Não é bem assim. Ele quer um aumento e luvas. ?Queremos um aumento normal. O Amoroso deve ser o quinto salário do São Paulo e, mesmo com o aumento, não vai deixar de ser o quarto ou terceiro salário. Não queremos nenhuma loucura do São Paulo.?De Campinas, por telefone, Baldo diz que ficou irritado quando ouviu dizer que Amoroso seria um ?mercenário? por haver assinado pré-contrato com o FC Tóquio, mas que isso já é passado. ?Falaram muitas coisas bobas. Só fiz o pré-contrato com os japoneses porque ninguém me procurava para renovar. Agora, está tudo certo. O Amoroso só não fica no São Paulo se o Juvenal não quiser. Não precisa pagar multa para os japoneses, nada! O Amoroso espera com carinho a proposta do São Paulo, mas não está morto. Muita gente quer ficar com ele; mas ele quer o São Paulo.?Fora o caso Amoroso, o São Paulo tem como prioridade a contratação de um meia ? Pedrinho é o preferido ? e um lateral-direito ? Cicinho se apresenta nesta quinta-feira ao Real. ?Todo mundo vai querer vencer o São Paulo. Vamos nos preparar bem?, disse o técnico Autuori.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.