Informação para você ler, ouvir, assistir, dialogar e compartilhar!
Estadão Digital
Apenas R$99,90/ano
APENAS R$99,90/ANO APROVEITE

Ancelotti confirma Neuer e Müller fora do clássico e volta de Douglas Costa

Treinador não terá força máxima para jogar com o Borussia Dortmund

Estadao Conteudo

07 de abril de 2017 | 11h28

Assim como já era esperado, Manuel Neuer e Thomas Müller irão desfalcar o Bayern de Munique no clássico deste sábado contra o Borussia Dortmund, em casa, pelo Campeonato Alemão. O goleiro e o atacante estão em fase final de recuperação de lesões e serão poupados visando o duelo de ida das quartas de final da Liga dos Campeões, quarta-feira, contra o Real Madrid, também em solo alemão.

A ausência das duas estrelas no clássico foi confirmada nesta sexta-feira pelo técnico Carlo Ancelotti, que também revelou, em entrevista coletiva, que contará com o retorno do atacante Douglas Costa. O brasileiro volta a ficar à disposição do treinador depois de três semanas afastado por causa de uma lesão no joelho. Lesão, por sinal, que acabou provocando o seu corte da seleção brasileira que venceu Uruguai e Paraguai nas duas últimas rodadas das Eliminatórias Sul-Americanas e garantiu vaga por antecipação na Copa do Mundo de 2018.

Ao falar sobre Müller e Neuer, o comandante italiano ressaltou que ainda é "muito cedo" para promover o retorno dos dois jogadores. O goleiro já treina normalmente depois de ter se recuperado de uma cirurgia no pé, enquanto o atacante será preservado depois de ter lesionado o tornozelo no lance em que fez o seu segundo gol do Bayern nos 6 a 0 aplicados sobre o Augsburg, no último final de semana. Por causa da lesão, ele não pôde defender a sua equipe na derrota por 1 a 0 para o Hoffenheim, na terça-feira.

"Não podemos correr nenhum risco nesta fase. Mas contra o Real eles dois estarão prontos para jogar", garantiu Ancelotti, que também celebrou a recuperação de Douglas Costa. "Ele treinou bem e pode jogar amanhã", disse o comandante.

Os desfalques de Müller e Neuer no clássico já eram esperados também pelo fato de que o Bayern possui uma confortável vantagem de dez pontos sobre o vice-líder RB Leipzig no Campeonato Alemão. Já o Borussia Dortmund, quarto colocado, está 15 pontos atrás do time de Munique.

Ancelotti, porém, negou nesta sexta-feira que esteja promovendo um rodízio de jogadores na competição nacional. "Nós precisamos de nosso melhor desempenho e de nossa melhor escalação (à disposição). Não há rotação na equipe. Se jogarmos bem contra o Dortmund, obviamente nossa confiança aumentará para o jogo contra o Real", lembrou o treinador.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.