Axel Schmidt/Reuters
Axel Schmidt/Reuters

Ancelotti critica arbitragem após queda do Bayern e pede ajuda de vídeo

'Merecíamos mais', afirma técnico do time alemão

Estadao Conteudo

18 de abril de 2017 | 21h10

O técnico Carlo Ancelotti não escondeu a insatisfação com a arbitragem da partida que decretou a eliminação do Bayern de Munique na Liga dos Campeões. O time alemão venceu o Real Madrid por 2 a 1 no tempo normal, nesta terça-feira, mas levou a virada e foi batido por 4 a 2 na prorrogação, despedindo-se da competição nas quartas de final.

Ancelotti, contudo, repudiou a atuação do trio de arbitragem. Na sua avaliação, houve falha em três momentos decisivos da partida: em dois gols de Cristiano Ronaldo e na expulsão de Vidal.

"Nós merecíamos mais. As decisões feitas pela arbitragem nos prejudicou muito. O segundo cartão amarelo para Vidal não deveria ter acontecido. E Ronaldo marcou dois gols em posição de impedimento", atacou o treinador do Bayern. "Não estamos felizes com esta situação. Numa fase de quartas de final, você precisa ter um árbitro com mais qualidade, na minha opinião."

O treinador pediu até o auxílio de vídeo para a arbitragem para evitar os erros verificados no jogo disputado no estádio Santiago Bernabéu, em Madri. "Está na hora de introduzir os vídeos para ajudar os árbitros", declarou Ancelotti.

Entre os lances mais polêmicos da partida, Vidal foi expulso ao levar o segundo amarelo em uma dividida com Asensio. Na jogada, o meia chileno acertou primeiro a bola antes de se chocar com o adversário. Mesmo assim, o árbitro húngaro Viktor Kassai decidiu pela exclusão.

No caso dos dois dos três gols marcados por Cristiano Ronaldo, em um deles o atacante português estava claramente em posição irregular. Em outro, estava em posição duvidosa.

Questionado sobre os lances polêmicos, o técnico Zinedine Zidane tratou de valorizar a classificação do seu Real Madrid. "A tarefa do árbitro não foi fácil. Se foi contra a favor do nosso time, eu não entrarei nesta questão. Mais do que o segundo amarelo para Vidal ou os gols impedidos, o fato é que marcamos seis gols em dois jogos e isso significa que merecemos a classificação", declarou o treinador.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.