Sergio Perez/Reuters
Sergio Perez/Reuters

Ancelotti precisará do 'melhor Real Madrid' para superar Juventus

Merengues sonham com a 11ª conquista de Liga dos Campeões

Estadão Conteúdo

24 de abril de 2015 | 10h05

Se Luis Enrique e Guardiola irão travar um duelo de técnicos espanhóis na semifinal entre Barcelona e Bayern de Munique, Carlo Ancelotti e Massimiliano Allegri farão uma batalha entre treinadores italianos no confronto entre Real Madrid e Juventus, que definirá o outro finalista da Liga dos Campeões. Após o sorteio desta sexta-feira que definiu a equipe italiana como adversária do time madrilenho, Ancelotti exaltou a força do rival de Turim e disse que precisará do "melhor Real" para avançar à decisão da competição continental.

"A este nível de competição todos os times são complicados. A Juventus é um clube que tem uma história lendária e que volta depois de 12 anos a jogar uma semifinal (de Liga dos Campeões). Está fazendo uma boa temporada e já praticamente ganhou o Campeonato Italiano. Então, poderá de concentrar melhor na competição europeia", ressaltou Ancelotti, que ainda se vê na luta direta do título espanhol com o Barcelona. O time catalão, por sua vez, terá pela frente o Bayern de Munique na outra semifinal do torneio continental.

Apesar de reputar a Juventus como um rival muito forte, Ancelotti ressaltou que tem "confiança para dar continuidade ao sonho que é jogar outra final depois da do ano passado", quando o Real Madrid conquistou sua décima Liga dos Campeões ao golear o Atlético de Madrid por 4 a 1 na decisão. "Para ganhar necessitamos do melhor Real Madrid, o que jogou contra o Atlético, com a mesma vontade e desejo. Temos muita confiança", completou.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.