Informação para você ler, ouvir, assistir, dialogar e compartilhar!
Tenha acesso ilimitado
por R$0,30/dia!
(no plano anual de R$ 99,90)
R$ 0,30/DIA ASSINAR
No plano anual de R$ 99,90

Ancona dificulta transferência de Jardel

O atacante Jardel esteve hoje à tarde na Academia de Futebol, na Barra Funda. Vestiu a roupa de treino, fez alguns exercícios e correu em volta do campo. Na hora da apresentação, porém...O acordo entre Palmeiras e Bolton está fechado, os dirigentes paulistas têm, em mãos, o fax com a liberação do jogador, que, inclusive, já assinou o contrato. Mas o Ancona, clube ao qual Jardel estava emprestado, desde janeiro, dificulta a negociação. Há um entrave entre italianos e ingleses e a liberação pode vir, apenas, com a intervenção da Fifa. Constrangido, Jardel pediu desculpas aos jornalistas - Luís Augusto, seu empresário, tinha garantido que o artilheiro iria falar. "Não acho que seja o melhor momento para falar. Melhor deixar a coletiva para quarta-feira." A versão do clube para a não apresentação do jogador é outra. Alega que só acontecerá quando os médicos contarem com todos os resultados dos testes físicos. Faltam um ecocardiograma e exames dentários. Com a chegada de Jardel, Muñoz seria o sacrificado do time certo? Talvez nos primeiros jogos. O assédio por Vágner Love continua grande - o mercado europeu abre dia 17. Um pool de empresários portugueses estariam oferecendo US$ 10 milhões pelo gols do artilheiro do amor. A versão do Palmeiras é de apenas sondagens. Muñoz está tranqüilo. Prefere curtir a boa apresentação diante do Corinthians? - marcou seu terceiro gol em quatro confrontos com o rival - e os pais Dario e Consuelo, que ficam no País até quinta-feira. "Se sair do time não vai ser a primeira vez. Estou há 3 anos vivendo esta situação, não ficarei bravo", disse o engraçado colombiano, descartando brigas com o novo atacante. "O vejo como companheiro, não como sombra." E brigas fazem parte do passado. "Fiz as pazes com o Marcos." Muñoz, porém, sabe fazer lobby por sua permanência na equipe. "Desde o ano passado, a velocidade é a característica do time." E manda algumas indiretas. "Taticamente é possível o time jogar com três atacantes. Veja o Corinthians de 2002, atuava com três no ataque e foi muito bem." Para permanecer entre os titulares, se oferece para jogar como lateral, volante, meia. "Se precisar, até de goleiro."

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.