Ânderson chega; dores preocupam Seleção

As seguidas dores musculares em alguns dos jogadores que atuam na Europa se transformaram numa preocupação para a comissão técnica da Seleção Brasileira que se prepara em Teresópolis para dois jogos das Eliminatórias - dia 5, contra Paraguai, e dia 8, contra Argentina - e para a Copa das Confederações, na segunda quinzena de junho, na Alemanha. Poupado do treino de ontem, o volante Emerson realizou um trabalho de musculação durante boa parte da manhã, sob a supervisão do preparador-físico Moracy Santana. Também com dores, o lateral Gilberto recebeu atendimento especial. Para evitar novos problemas com os atletas que estão em final de temporada, o técnico Carlos Alberto Parreira decidiu suspender alguns treinos previstos para estes dois primeiros dias da preparação. Na verdade, Parreira está sendo obrigado a superar uma série de problemas. Depois de perder Ronaldo - que pediu dispensa - foi obrigado a fazer dois cortes por contusão: o meia Alex (Edu foi convocado), além do zagueiro Luisão. Ontem Parreira contava com apenas 17 jogadores e por isso comandou nada além de um bate-bola. Para a movimentação de hoje terá os desfalques de Ricardinho, Robinho e Grafite. Eles só se apresentam na quinta-feira porque hoje à noite vão defender Santos e São Paulo pela Libertadores. Parreira só vai conseguir fazer um treino coletivo na sexta-feira à tarde. À noite a equipe viaja para Porto Alegre, onde no domingo o Brasil enfrenta o Paraguai.ÂNDERSON - O zagueiro Ânderson, do Corinthians, se apresentou no final da manhã na Granja Comary, em Teresópolis, um dia depois de ser convocado para a vaga de Luisão, cortado por contusão. O jogador chegou no final da manhã e deverá participar normalmente do treinamento marcado para as 16 horas.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.