Daniel Teixeira/Estadão
Daniel Teixeira/Estadão

Anderson Daronco revela ameaça em jogo do Gaúcho: 'Vamos matar vocês'

Em súmula, árbitro denúncia um representante do Veranópolis e revela ofensas após partida do Internacional

Redação, O Estado de S.Paulo

31 Janeiro 2019 | 18h45

O árbitro Anderson Daronco revelou que foi ameaçado de morte após o empate entre Veranópolis e Internacional, por 1 a 1, na última quarta-feira, no Estádio Antônio David Farina. Na súmula da partida, válida pelo Campeonato Gaúcho, ele relatou que uma pessoa vestida com a camisa do time da casa proferiu as ameaças.

"Relato também que outra pessoa com camiseta do Veranópolis, mas que não foi possível identificar pelo nome, teve acesso pelo campo de jogo e, junto às escadas de entrada do nosso vestiário, começou a ameaçar a equipe de arbitragem e proferir as seguintes palavras: 'Ladrão, vagabundo, tu merece morrer seu filho da p..., nós vamos matar vocês. Vocês são comprados pelo Internacional, seu ladrão de m...'", relatou.

O Veranópolis reclamou bastante de três lances ao longo da partida. O primeiro, seria um pênalti não marcado de Rodrigo Moledo sobre Túlio Renan. O segundo, o cartão vermelho mostrado para Kaio, após cotovelada em William Pottker. Por fim, o pênalti marcado para o Inter, que Rafael Sóbis desperdiçou.

Daronco relatou que também foi xingado de "ladrão" e "vagabundo" por um diretor do Veranópolis, Ademir Bertoglio, no intervalo do primeiro para o segundo tempo. Outro diretor, Vilson Roncatto, procurou o árbitro após o apito final e tentou mostrar-lhe o lance do suposto pênalti sobre Túlio Renan através de um vídeo.

 

 

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.