Anderson espera Kia para definir saída

O zagueiro Anderson espera o retorno de Kia Joorabchian da Europa para definir seu futuro. O capitão do Corinthians já tem tudo acertado com o Benfica, de Portugal, mas quer falar antes com o chefão da MSI para saber se deve deixar o Parque São Jorge agora ou só no final do ano."Existe uma possibilidade que eu fique mais um pouco, mas o mais provável é que eu vá para Portugal no dia primeiro de julho", revelou Anderson.Neste caso, ele faz questão de atuar em pelo menos mais duas partidas pelo Corinthians antes de viajar. Suas despedidas seriam contra o Flamengo, dia 12, em Mogi Mirim, e com o Brasiliense, dia 19, no Distrito Federal. "Tenho 198 jogos com a camisa do clube e quero muito completar 200", explicou o capitão. "Até o jogo do Brasiliense, com certeza, eu fico".Mais do que a marca representativa de 200 partidas no currículo, Anderson quer jogar porque se preocupa com o time. Com a saída de Marquinhos e a contusão de Sebá, o elenco ficou com uma escassez de zagueiros no elenco. Só Betão poderia ser considerado titular absoluto.O retorno de Marinho aos treinos, após o fim do seqüestro de sua mãe, é um alento para o técnico Márcio Bittencourt. Mas, mesmo assim, Anderson acha que seria importante continuar por mais alguns jogos. Vale lembrar que o Corinthians tem a zaga mais vazada do Brasileirão, ao lado do Paysandu, com 12 gols em seis jogos. "Tínhamos sete zagueiros no elenco e agora só temos três ou quatro. Se eu sair agora, será um problema muito grande. Até por isso, preciso esperar o Kia chegar da Europa", contou Anderson.Sua ida para o time português faz parte da negociação por Roger, contratado pelo Corinthians no início do ano por US$ 4 milhões (cerca de R$ 10 milhões). "Não assinei nada, mas já me acertei verbalmente com o Benfica", admitiu Anderson. "Vai ser muito bom ir para um país onde poderei falar minha própria língua."Segundo Paulo Angioni, diretor da MSI, o Corinthians não pensa ainda na contratação de um zagueiro para suprir a ausência de Anderson.Diretores do clube e a comissão técnica apostam muito no futuro de Marcus Vinícius, jovem que teve muito destaque nas categorias de base e já entrou em algumas partidas do time principal, inclusive na última, domingo passado, contra o Atlético Mineiro, em Belo Horizonte.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.