Ânderson Lima fora do São Caetano

A diretoria do São Caetano já dá como certa a saída do lateral-direito Ânderson Lima. Apesar do interesse do São Paulo, o jogador deve se transferir para o futebol japonês e os últimos detalhes devem estar acertados nos próximos dias. Mesmo com esta nova baixa, o discurso confiante de continuar com "a mesma pegada dos últimos anos" quando o time despontou como sensação do futebol brasileiro está firme. "Tenho ouvido falar que o São Caetano não será o mesmo, mas esta história é antiga. Temos uma estrutura forte e a disposição de elevar cada vez mais o nome do clube", garantiu o diretor de futebol, Genivaldo Leal. Ele já contabiliza as baixas iniciais e comemora os primeiros reforços. Neste quadro, deixaram o Azulão o zagueiro Dininho, que foi para o Sunfrecce Hiroshima, do Japão; o volante Marcelo Mattos para o Corinthians e o também volante Mineiro para o São Paulo. Dois atacantes tiveram seus contratos encerrados e não renovaram: Euller, que voltou ao Atlético Mineiro, e Warley, pretendido por vários clubes como São Paulo e Atlético-MG. O lateral-reserva Márcio Alexandre, também sem contrato, acertou com o Grêmio.Genivaldo Leal garantiu que o zagueiro Gustavo tem contrato em vigor por mais uma temporada e não vai deixar o clube. Até o momento, foram contratados três reforços para o técnico Zetti: o zagueiro Neto, do Juventude; o lateral-direito Alessandro, do Atlético-PR e o volante Zé Luís, que defendeu o Atlético-MG em 2004, mas tem vínculo com o Marília. O zagueiro Ronaldo Angelim e o atacante Edson Araújo, ambos do Fortaleza, continuam nos planos. Ambos foram indicados por Zetti, mas ainda não acertaram.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.