Rubens Chiri / São Paulo
Rubens Chiri / São Paulo

Anderson Martins admite cobrança interna para São Paulo voltar a vencer

Vindo de dois empates consecutivos e atuações inconstantes, líder do Brasileiro encara o Botafogo neste domingo

O Estado de S. Paulo

28 de setembro de 2018 | 15h28

O segundo turno do São Paulo no Campeonato Brasileiro nem parece o de uma equipe que ocupa a primeira colocação na tabela. Apenas o 12º melhor do returno, o time vem de dois empates consecutivos nos quais, além do resultado aquém do esperado, jogou bem abaixo do seu potencial. A queda não passou despercebida pelo elenco, que promete melhorar no confronto deste domingo, contra o Botafogo, no Rio.

"O professor sempre pediu intensidade, e no último jogo sabemos que fomos abaixo do que estamos acostumados a mostrar", disse ao site do clube o zagueiro Anderson Martins, referindo-se ao empate em 1 a 1 com o América-MG, no Morumbi, no último sábado. "Quando não mostramos o que podemos, o resultado não acontece. Temos sido cobrados para voltar a vencer e atuar em alto nível como vínhamos fazendo", reconheceu.

Como informou em seu blog o editor de Esportes do Estadão, Robson Morelli, a cobrança no vestiário após aquela partida foi firme e mostrou um Diego Aguirre bem diferente do habitual, extremamente incomodado com o desempenho do time no jogo.

Para o duelo no Rio, Anderson Martins não terá a companhia de Arboleda, já que o equatoriano está suspenso. Assim, a dupla de zaga será formada com Bruno Alves. "A gente sabe que perder jogadores por cartão é ruim, mas, independentemente de quem jogue, sabemos também que nosso grupo é muito forte para manter o padrão", comentou Martins.

 

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.