Andrade defende a virada de mesa

Técnico do Flamengo - um dos clubes ameaçados de cair para a segunda divisão -, Andrade defende a virada de mesa no Brasileirão. Por causa do escândalo na arbitragem, ele disse ser a favor de que no campeonato deste ano não haja rebaixamento.?O campeonato perdeu a credibilidade. Não se sabe se há mais coisas por trás disso. Será que somente o Edílson está metidonisso??, disse o técnico do Flamengo, citando o árbitro Edílson Pereira de Carvalho, que é réu confesso no esquema de manipulação de resultados. ?O Brasileiro de 2005 está manchado. Ninguém deve cair, porque os clubes fazem investimentos altíssimos e são prejudicados em campo.?O Flamengo não está entre os clubes que tiveram jogos apitados por Edílson Pereira de Carvalho - o STJD anulou as 11 partidas do árbitro no Brasileirão. Mas sofre para fugir do rebaixamento - ocupa a 18ª colocação, com 31 pontos.Para o jogo de quarta-feira, contra o Brasiliense, Andrade tem problemas para escalar o ataque do Flamengo. Fábio Júnior está suspenso e Obina, assim como o paraguaio César Ramirez, ainda se recupera de contusão. Com isso, Fabiano Oliveira deve jogar ao lado de Fellype Gabriel.

Agencia Estado,

03 de outubro de 2005 | 20h17

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.