Arquivo/AE
Arquivo/AE

Andrade diz que ainda acredita em título no Flamengo

Treinador acredita que a equipe pode arrancar rumo à liderança no segundo turno do Campeonato Brasileiro

Agencia Estado

17 de agosto de 2009 | 20h41

O Flamengo encerrou sua participação no primeiro turno do Campeonato Brasileiro sem deixar claro se tem condições de brigar pelo título ou apenas busca uma vaga na Copa Libertadores. Neste domingo, foi superado pelo Grêmio por 4 a 1, fora de casa, e terminou a 19.ª rodada na décima posição, com 27 pontos, a seis do G-4. Mesmo distante dos líderes, o técnico Andrade ainda acredita em uma arrancada rumo ao topo da tabela.

Veja também:

linkDiretoria ainda busca reforços

linkFlamengo não terá Willians contra o Cruzeiro 

especialMASCOTES - Baixe o papel de parede do seu time

especialVisite o canal especial do Brasileirão

Brasileirão 2009 - lista Tabela | tabela Classificação

especialDê seu palpite no Bolão Vip do Limão

"Traçamos um objetivo de virar o turno com 30 pontos. Infelizmente não aconteceu, mas não vamos desanimar. Nossa primeira meta é chegar ao G-4. Depois podemos pensar em título", disse Andrade nesta segunda-feira, na reapresentação do clube na Gávea. "Se ganharmos quatro ou cinco jogos seguidos vamos estar lá na frente, por isso não descarto o hexa. Temos condições de brigar pelas primeiras colocações."

Para a sequência do Brasileirão, o time carioca já trabalhou visando o jogo desta quinta-feira, contra o Cruzeiro, no Maracanã. Entre os titulares, que apenas fizeram exercícios físicos na academia, as ausências foram o zagueiro David e o centroavante Adriano, liberados pelo clube das atividades do dia. Enquanto isso, os lesionados Toró e Léo Moura fizeram um trabalho à parte no departamento médico.

No confronto diante do rival mineiro, o Flamengo não poderá contar com o volante Willians, suspenso. Para o seu lugar, Andrade sinalizou com a possibilidade de escalar Rômulo. "O Rômulo é um jogador que nos ajudou muito em 2007 e pode ser importante agora", disse. "Amanhã [terça-feira] vou fazer alguns testes e vou definir o que é melhor para a equipe. Existe a possibilidade de escalar três zagueiros ou adiantar o Airton para a função de segundo volante."

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.