Andrade diz que empate no Chile é 'bom resultado'

Apesar de não poupar nenhum jogador para o jogo de quarta-feira, o técnico Andrade comentou nesta terça que ficaria satisfeito com um empate diante do Universidad do Chile, em Santiago, pela Copa Libertadores.

AE, Agencia Estado

16 de março de 2010 | 16h02

A igualdade no placar manteria o Flamengo na liderança isolada do Grupo 8, com dois pontos a mais que o adversário chileno, segundo colocado. "A vitória seria o ideal, mas um empate é um bom resultado, por manter a diferença na tabela e ter a oportunidade de decidir a vaga em casa", explicou Andrade.

O treinador quer terminar a fase de grupos com 13 pontos na tabela. Com um empate na quarta, o Flamengo precisaria faturar mais duas vitórias nos próximos três jogos para avançar na competição. "Acho que com 13 pontos garantimos a primeira colocação na nossa chave".

O lateral-esquerdo Juan prometeu que o time entrará em campo em busca da vitória, mas também acredita que o empate seria um bom resultado. "Pelas circunstâncias, não dá para ficar triste com o empate. Mas, vamos para lá buscando a vitória", disse.

Depois do jogo de quarta, o Flamengo jogará mais três partidas, duas delas em casa. O primeiro duelo será no dia 7 de abril diante do mesmo Universidad do Chile. Em seguida, visita o Universidad Católica, no dia 14, e recebe o Caracas, no Rio, no dia 21.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.