Buda Mendes/AP
Buda Mendes/AP

Andrade lamenta empate e diz que Fla merecia a vitória

Após o empate por 2 a 2 do Flamengo com a Universidad de Chile, nesta quinta-feira, o técnico Andrade não escondeu a frustração pelo gol sofrido já nos acréscimos da partida no Maracanã. "Não pode acontecer, principalmente nessa Libertadores", disse o treinador, que classificou o gol do time chileno como "um descuido, uma desatenção para o castigo nosso".

AE, Agência Estado

08 de abril de 2010 | 19h27

Veja também:

linkJOGO - Leia como foi Flamengo 2x2 Universidad de Chile

tabela Tabelas e classificação

"Poderíamos estar com a classificação garantida, mas vamos buscar o resultado diante da Universidad Católica", afirmou Andrade, já projetando o jogo da próxima quarta, em Santiago. Depois, porém, o técnico insistiu que sua equipe fez por merecer o que seria uma "virada histórica". "Para a partida que nós fizemos, não merecíamos sair com o empate."

À parte das lamentações, Andrade não poupou elogios para dois jogadores: o meia Michael, que foi a surpresa do time titular, e o atacante Bruno Mezenga, que entrou no intervalo. "Todos ficaram satisfeitos com a apresentação do Michael, ele estava merecendo uma oportunidade", reconheceu. "No primeiro tempo nós tivemos posse de bola, mas não conseguimos agredir o adversário. E isso mudou com a entrada do Bruno Mezenga."

Com o time em segundo no Grupo 8, somando sete pontos, Andrade sabe da importância do jogo da próxima semana. "Vai ser uma decisão para o Flamengo, assim como para a Universidad de Chile", disse, lembrando que o adversário desta quarta é o líder da chave, com oito pontos, e encara o lanterna Caracas. "Nós temos tudo para ir lá (Santiago) e conseguir um resultado positivo", concluiu.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.