Andrade poupa meio time do Flamengo contra o Boavista

O técnico Andrade não está preocupado com o adversário que o Flamengo vai enfrentar nas semifinais da Taça Guanabara. Ele vai poupar meio time do confronto deste domingo, com o Boavista, às 19h30, em Volta Redonda. Pouco importa ao treinador se vai encarar Vasco, Botafogo ou, quem sabe, o Madureira.

LEONARDO MAIA, Agencia Estado

07 de fevereiro de 2010 | 08h02

Vágner Love, com dores musculares, e Ronaldo Angelim serão poupados. Willians, que torceu o tornozelo, não vai ser forçado. Além deles, o zagueiro David, com dois cartões amarelos, está fora para evitar o risco de receber o terceiro e perder a semifinal. Toró, suspenso, também não joga.

Muitas mudanças que devem dificultar a missão rubro-negra de manter a invencibilidade no Carioca. "A falta do Vágner Love será sentida. Ele encaixou muito bem no time e é o artilheiro da equipe. Mas confio no Bruno Mezenga", comentou Andrade, adiantando quem será o parceiro de Adriano no ataque.

O treinador também comemorou a chance de poder dar ritmo a dois jovens

jogadores. O zagueiro Fabrício e o volante Lenon. "É bom dar confiança aos dois porque podemos precisar deles na semifinal".

Mesmo sem muitos titulares, Andrade diz ter exigido do elenco alto nível de concentração e a busca determinada da vitória para garantir a primeira colocação do grupo A, que garantiria o confronto com o segundo do B. Com 16 pontos, basta a vitória. Um empate e uma vitória do Fluminense sobre o Olaria, dá o primeiro posto aos tricolores.

Tudo o que sabemos sobre:
futebolFlamengoBoavista

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.