André Dias desabafa e critica Marco Aurélio Cunha

Zagueiro do São Paulo diz que superintendente prejudica o time ao 'comemorar o título do Brasileirão'

02 de outubro de 2007 | 12h22

O zagueiro André Dias criticou nesta terça-feira o comportamento do superintendente do São Paulo, Marco Aurélio Cunha, que já estaria comemorando o título do Brasileirão 2007.   André Dias disse que o comportamento do dirigente atrapalha a equipe dentro de campo. "Não temos esse negócio de oba-oba. Muitas vezes ficamos calado para não polemizar, mas vem um dirigente e fala. Não tem porque ficar fazendo isso", conta o jogador.   "O Marco Aurélio não é jogador, então para ele é fácil falar essas coisas", diz André Dias. "Vou falar com sinceridade. Os jogadores não fazem isso. Somos sérios dentro de campo e nos bastidores."   É com esta seriedade que André Dias espera que o São Paulo encare o Flamengo nesta quinta-feira, pelo Campeonato Brasileiro. Para o duelo, o time não terá o zagueiro Miranda e o volante Hernanes, suspensos.   O atacante Aloísio se recupera de uma contusão na coxa direita e ainda é dúvida para a partida.

Tudo o que sabemos sobre:
São Paulo FCMarco Aurélio Cunha

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.