Informação para você ler, ouvir, assistir, dialogar e compartilhar!
Tenha acesso ilimitado
por R$0,30/dia!
(no plano anual de R$ 99,90)
R$ 0,30/DIA ASSINAR
No plano anual de R$ 99,90

André Luiz em atrito com Geninho

A contratura na coxa esquerda de André Luiz, que não enfrentará o Paysandu domingo, às 16h, em Belém do Pará, coloca em xeque a decisão do técnico Geninho e do próprio departamento médico do Corinthians. De acordo com o jogador, sua escalação contra o Fluminense, quarta-feira, pela Copa Sul-Americana, foi no mínimo ?precipitada?."Pensando melhor, não deveria ter jogado. Estávamos praticamente eliminados da competição. Poderia ter ficado de fora e continuar o tratamento médico com calma. Mesmo porque, estaria me preservando para o Campeonato Brasileiro, que é a nossa prioridade", explicou André Luiz.Geninho não gostou da atitude de André Luiz, que jogou sobre a comissão técnica a responsabilidade por sua lesão. O técnico reagiu com firmeza, devolvendo a responsabilidade ao atleta."Se o André jogou é porque ele disse que estava bem. Ele treinou, sentiu uma dorzinha, saiu. No dia seguinte, foi examinado e disse que estava bem. Se ele tivesse manifestado algum incômodo é óbvio que ele nem teria viajado."André Luiz fez a sua estréia pelo Corinthians no domingo, contra o Atlético-MG, no Mineirão. Na terça-feira, sentiu dores musculares e saiu do treino antes do final. No dia seguinte, voltou a ser examinado e disse que estava bem para enfrentar o Fluminense. Foi escalado por Geninho, mas sentiu uma contratura muscular ainda no primeiro tempo e teve de ser substituído.Mais tarde, o próprio André Luiz reconheceu. "A minha vontade de jogar também era grande. Queria jogar para ganhar ritmo."

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.