Divulgação
Divulgação

André marca no fim e Sport busca empate com o Joinville fora de casa

Catarinenses venciam por 1 a 0 até os 44 do segundo tempo

Estadão Conteúdo

16 de setembro de 2015 | 21h33

Ainda não foi desta vez que o Joinville encerrou um incômodo jejum de vitórias. Diante de quase 10 mil torcedores na Arena Joinville, o time catarinense jogou melhor que o Sport, saiu na frente, mas levou o empate em 1 a 1 com um gol de André aos 44 minutos do segundo tempo, em partida válida pela 26.ª rodada do Brasileirão.

Para o Joinville, o empate não muda nada a situação complicada na tabela. O time é penúltimo colocado, com apenas 23 pontos, mais perto da lanterna do que sair da zona de rebaixamento. Já são sete jogos sem vencer.

O Sport, que ainda não venceu fora de casa, segue se afastando do G4. Depois do nono empate como visitante, aparece com 37 pontos, contra 41 de São Paulo e Flamengo, que só entram em campo na quinta-feira e podem se distanciar. Na próxima rodada, domingo, visita o Vasco, enquanto o Joinville vai até Goiás.

O JOGO

Com Diego Souza, Marlone, Maikon Leite, Hernane e André no time titular, Eduardo Baptista não escondia que o plano em Santa Catarina era atacar. No Joinville, a formação tática apontava cinco homens no meio-campo e um só atacante. Mas o dono da casa era ainda mais ofensivo do que o visitante.

Isso ficou claro no primeiro lance do jogo. Com 15 segundos, Edigar Junio já dava o primeiro chute a gol, na área. Antes dos 10 minutos, o Joinville ainda chegaria outras duas vezes com perigo, exigindo do goleiro Danilo Fernandes. Quando o Sport alcançou a área adversária, Bruno Aguiar falhou e Maikon Leite perdeu.

O time catarinense mostrava disposição, atacava com alguma qualidade, mas a vice-lanterna não é por acaso. Erros bobos deixavam o Sport chegar, como foi aos 34 minutos, novamente com Maikon Leite, que chutou fraco.

Mas era o Joinville que mandava no jogo e o gol foi um prêmio para isso. Aos 38, Rogério levantou na área, a zaga pernambucana errou a linha de impedimento, Edigar Júnio ficou sozinho na cara de Danilo Fernandes e fez 1 a 0. Depois de cinco jogos e 17 dias, finalmente o clube catarinense voltava às redes.

Insatisfeito com o time, Eduardo Baptista mexeu no intervalo. Sacou Maikon Leite e Hernane, lançou Régis e Élber. Mudou também o responsável pela função de perder gols. Régis, formado no São Paulo, desperdiçou duas grandes chances. Em ambas ficou cara a cara com Agenor, sempre após bonitos passes de André, mas chutou em cima do goleiro.

O Joinville respondeu com seu melhor jogador: Marcelinho Paraíba. O veterano arriscou de muito longe aos 20 e balançou o travessão. Quando tudo indicava uma vitória dos donos da casa, entretanto, André recebeu bom passe de Marlone, bateu na saída de Agenor e deixou tudo igual.

FICHA TÉCNICA:

JOINVILLE 1 X 1 SPORT

JOINVILLE - Agenor; Mário Sérgio, Bruno Aguiar, Guti e Rogério; Kadu (Yuri), Edson Ratinho, William Pop, Lucas Crispin e Marcelinho Paraíba; Edigar Júnio. Técnico - PC Gusmão.

SPORT - Danilo Fernandes; Ferrugem, Matheus Ferraz, Durval e Renê; Rithely, Diego Souza e Marlone; Maikon Leite (Élber), Hernane (Régis) e André. Técnico - Eduardo Baptista.

GOLS - Edigar Junio, aos 38 minutos do primeiro tempo; André, aos 44 minutos do segundo tempo.

ÁRBITRO - Ricardo Marques Ribeiro (MG).

CARTÕES AMARELOS - Mário Sérgio, Bruno Aguiar, Kadue Lucas Crispim (Joinville); Renê, Rithely e Diego Souza (Sport).

RENDA - R$ 117.340,00.

PÚBLICO - 9.512 pessoas (total).

LOCAL - Arena Joinville, em Joinville (SC).

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.