JF Diório/AE
JF Diório/AE

Andrés confirma Corinthians fora do Clube dos 13 e diz que pagará dívida

Presidente alvinegro diz que muita coisa tem de ser melhorada no futebol brasileiro

AE, Agência Estado

24 de fevereiro de 2011 | 16h42

SÃO PAULO - Em entrevista coletiva concedida na tarde desta quinta-feira no CT Joaquim Grava, o presidente do Corinthians, Andrés Sanchez, explicou os motivos do clube para pedir a desfiliação do Clube dos 13, entidade que reúne os 20 maiores times do País e negocia em nome deles a venda dos direitos de imagem do Campeonato Brasileiro.

"O Corinthians está desfilado do Clube dos 13, sem rancor, sem nada. Eu não ofendi ninguém. Nosso torcedor pode ter certeza que o clube não será prejudicado", explicou o mandatário corintiano. "O Clube dos 13 não é uma associação que trabalha na venda de licenciamento, que trabalha pelos clubes, que tenta mudar o calendário. Tem de ter espaço para fazer amistosos no exterior. Muita coisa tem de ser melhorada no futebol brasileiro. Se andar 20% do que está hoje, já será uma vitória."

Andrés deu demonstrações de que a negociação dos direitos de transmissão do Brasileirão é apenas o estopim de um movimento que quer aumentar os direitos e os rendimentos dos clubes, independente da vontade da CBF. Ele surpreendeu ao afirmar que negociou com a Rede Record, favorita a vencer a licitação aberta pelo Clube dos 13.

"Eu estive com a Record ontem (quarta-feira). Fiquei mais de duas horas com eles. Cada um vai procurar o que é melhor para si. Não quero prejudicar ninguém. Que crime estou cometendo? Espero que todas as medidas sejam boas para o futebol. Se eu estiver errado lá na frente, vou assumir. Às vezes, tem de ser radical. A partir de amanhã (sexta-feira), qualquer emissora, é só procurar o Corinthians", afirmou Andrés, que destacou que, se ninguém quiser fazer a transmissão, a TV Corinthians o fará.

O presidente do Corinthians ainda explicou como fará para pagar o Clube dos 13, entidade que tomou empréstimos bancários e os repassou ao clube como adiantamento das cotas de televisão de boa parte do Brasileirão desta temporada. "O dinheiro será do Corinthians. O Clube dos 13 era quem repassava o dinheiro da TV, e eu tenho uma dívida com o Clube dos 13. Então posso mandar uma carta para quem vai ter o direito (novo vencedor da licitação) e peço para passar. Minha cota vai pro Clube do 13 e pronto. Está paga", explicou.

Sanchez ainda cutucou o Clube dos 13, que não é credor só do Corinthians. "Eles têm que explicar se deram dinheiro para algum clube além de outubro de 2011. Eles têm que abrir isso aí. Coloquem o balanço no site, estou falando de documento de um ano atrás. Se querem abrir tudo, vamos abrir tudo."

Pelo que explicou Andrés Sanchez, a desfiliação não é imediata. "Pelo estatuto, leva 40 dias, mas confirmo de antemão que estamos fora. O Corinthians não terá prejuízo. O meu torcedor pode ficar tranquilo", garantiu.

Veja também:

linkTite quer contratação de zagueiro e meia

linkAndrés Sanchez nega Tevez e explica Jucilei

linkCorinthians oficializa saída do Clube dos 13

linkKoff ataca Andrés: 'É moleque e irresponsável'

linkFla, Flu, Vasco e Botafogo descartam criação de nova liga

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.