Daniel Augusto Jr/Agência Corinthians
Daniel Augusto Jr/Agência Corinthians

Andrés promete quatro reforços a conselheiros do Corinthians

A pessoas próximas, presidente afirmou que o paraguaio Sergio Díaz, do Real Madrid B, está perto de ser confirmado

Gonçalo Junior, O Estado de S.Paulo

25 de julho de 2018 | 11h00

Depois de perder o lateral Sidcley, o zagueiro Balbuena, o volante Maycon e o meia Rodriguinho, só para citar os jogadores titulares, o presidente do Corinthians, Andrés Sanchez, prometeu a contratação de três ou quatro reforços para o Corinthians. Mas não citou nomes ou posições. A promessa foi feita em uma reunião com conselheiros do clube nesta terça-feira.

+ Jadson se prepara para voltar a ser o cérebro do Corinthians

+ Corinthians vai faturar R$ 4,5 milhões com transferência de Malcom ao Barcelona

O nome mais próximo de fechar com o Corinthians é o do atacante paraguaio Sergio Díaz, de 20 anos, que pertence ao Real Madrid e deve ser cedido ao Corinthians por empréstimo de um ano. Para pessoas próximas, o presidente afirmou que o negócio depende apenas dos exames médicos para ser divulgado oficialmente.

Díaz foi revelado pelo Cerro Porteño, do Paraguai, e há tempos vem sendo observado pelo CIFUT (Centro de Inteligência do Futebol) do Corinthians. Em 2016, ele marcou sobre o Corinthians na vitória do Cerro por 3 a 2 na fase de grupos da Libertadores.

Naquele mesmo ano o jogador foi vendido ao Real Madrid. Ele atuou na equipe B do clube merengue e na última temporada foi emprestado ao Lugo, da segunda divisão espanhola.

O Corinthians contratou apenas três reforços durante a parada da Copa do Mundo: o lateral-esquerdo Danilo Avelar, o volante Douglas e o atacante Jonathas. O time está em oitavo lugar no Campeonato Brasileiro e precisa da vitória diante do Cruzeiro nesta quarta-feira, em Itaquera, para se recuperar da derrota para o São Paulo no final de semana. 

 

 

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.