Tasso Marcelo/Estadão
Tasso Marcelo/Estadão

Andrés Sanchez comenta que 'ouviu dizer' que Felipão já está apalavrado com a CBF

Dirigente não foi chamado para participar da escolha do novo treinador, que ainda não foi oficializado

O Estado de S. Paulo

26 de novembro de 2012 | 14h41

SÃO PAULO - Ao chegar nesta segunda-feira na sede da CBF, no Rio, o então diretor de seleções da entidade, Andrés Sanchez, disse que 'ouviu dizer' que o novo técnico da seleção brasileira no lugar de Mano Menezes é Luiz Felipe Scolari. O ex-comandante do Palmeiras estaria com tudo apalavrado com o presidente José Maria Marin. Felipão nega a informação.

Andrés estaria insatisfeito com Marin justamente por não participar das decisões que seu cargo de diretor de seleções exige. Ele foi voto vencido na derrubada de Mano Menezes sexta-feira. Desde então, Andrés alfineta a CBF sempre que pode. Nesta segunda, ele também disse que o Brasil receberá a Fifa para o Sorteio da Copa das Confederações sem ter um técnico para o time. Marin, no Rio, disse que só pretende anunciar o nome do novo comandante, alguém de sua confiança, em janeiro.

Mano Menezes fora escolhido por seu antecessor, Ricardo Teixeira, e isso o incomodava. Marin e Marco Polo, presidente da FPF, participaram juntos da decisão de demitir Mano Menezes. Ambos também parecem comungar do fato de a seleção não precisar de um técnico estrangeiro, como seria o espanhol Pep Guardiola.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.