Daniel Augusto Jr/Agência Corinthians
Daniel Augusto Jr/Agência Corinthians

Andrés Sanchez deve receber alta nesta terça e continuar recuperação em casa

Presidente do Corinthians está internado por causa de uma encefalite viral

João Prata, O Estado de S.Paulo

11 de março de 2019 | 16h59

O presidente do Corinthians, Andrés Sanchez, deve receber alta hospitalar nesta terça-feira. De acordo com o médico Jorge Kalil, diretor-adjunto de futebol do clube, o mandatário apresenta quadro estável.

"Os dados vitais estão dentro da normalidade. Possível alta hospitalar amanhã (terça-feira) em ótimas condições clínicas, laboratoriais e exames de imagens muito próximos de parâmetros habituais e naturais", informou o dirigente. 

Apesar de deixar o hospital, o presidente corintiano deverá ainda ficar por mais um tempo fora das atividades do clube. Andrés continuará a recuperação em casa e será avaliado diariamente por Kalil para saber quando terá condições de voltar ao trabalho. Enquanto ele ficar de fora, quem segue no comando interino do Corinthians é a primeira vice, Edna Murad.

Andrés, de 55 anos, está internado desde quinta-feira no Hospital São Luiz, em São Paulo, por causa de uma encefalite viral. Ele sofreu um mal-estar na noite de quarta. Encefalite viral é uma inflamação no sistema nervoso central que causa fortes dores de cabeça, febre e até convulsões. O tratamento exige medicação, repouso e ingestão de líquidos.

Andrés estava trabalhando normalmente e também participou de alguns bailes de carnaval ao lado de amigos, como o ex-jogador Ronaldo, no último fim de semana. Recentemente, o presidente corintiano viveu momentos conturbados na gestão do clube com a saída de Luiz Paulo Rosenberg da área de marketing, que pediu demissão após pressão dos conselheiros. O presidente passou a acumular a função e ainda não definiu novo nome para cuidar das ações voltadas ao gerenciamento da marca do clube.

PRÓXIMO COMPROMISSO

O Corinthians volta a campo na quarta-feira contra o Ceará no jogo de ida da terceira fase da Copa do Brasil. O time alvinegro enconrou dificuldades nas fases anteriores. Na estreia, avançou após empatar por 2 a 2 com o Ferroviário. Depois levou um susto ao sair perdendo para o Avenida por 2 a 0, mas virou a partida para 4 a 2.

 

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.