Daniel Augusto Jr. / Ag. Corinthians
Daniel Augusto Jr. / Ag. Corinthians

Andrés vai participar da política do Corinthians e volta a usar rede social após seis anos

Incomodado com ataques de grupos de oposição, presidente muda de postura e diz que vai entrar na política 'como se fosse a primeira vez'

Guilherme Amaro, O Estado de S.Paulo

18 de julho de 2020 | 05h00

O presidente do Corinthians, Andrés Sanchez, mudou sua postura em dois aspectos. Se antes dizia que não iria se envolver na eleição que ocorrerá no clube em novembro, agora ele afirma que vai "entrar como se fosse a primeira vez". Além disso, Andrés voltou a fazer postagem no Twitter depois de seis anos.

Eleito em fevereiro de 2018, Andrés não poderá se candidatar. Ele falava que não queria participar da política do clube no ano eleitoral, mas mudou de opinião após receber ataques de grupos de oposição.

"Eu não queria me envolver politicamente ativamente, primeiro porque não temos candidato e, segundo, porque não queria tomar partido. Felizmente ou infelizmente, rejuvenesci 20 anos, eu não sou candidato e só me atacam. Então, sou obrigado a entrar na política, vou entrar como se fosse a primeira vez e vou participar ativamente da política até o fim do ano", afirmou.

O grupo político de Andrés, o Renovação e Transparência, está no comando do clube desde 2007 e ainda não lançou candidato. A expectativa é que o atual diretor de futebol, Duílio Monteiro Alves, seja o escolhido. Há também a possibilidade de apoio a um candidato de outro grupo.

"Se o grupo decidir ter candidato, vamos lançar. Se o grupo decidir apoiar alguém, vamos apoiar", afirmou Andrés.

Até agora, lançaram a candidatura de forma oficial o ex-presidente Mario Gobbi e o conselheiro Augusto Melo. A tendência é de que Paulo Garcia também seja candidato mais uma vez, mas ele tem afirmado que é hora de fazer política por causa da pandemia.

De volta ao Twitter

Na última sexta-feira, Andrés Sanchez voltou a utilizar a rede social após seis anos. Sua última postagem havia sido feita em 2014, sobre a Arena Corinthians. Na manhã de sexta, ele publicou no Twitter que falaria em coletiva de imprensa virtual. Depois, utilizou a ferramenta para comentar sobre o centroavante argentino Mauro Boselli, que tem contrato apenas até o fim deste ano.

 

Tudo o que sabemos sobre:
CorinthiansAndrés Sanchezfutebol

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.