Andrezinho ignora tabu e mantém confiança no Botafogo

A semifinal da Taça Guanabara reservou ao Botafogo um confronto diante de um velho conhecido. No domingo, o clube terá pela frente o Flamengo na briga por uma vaga na decisão. Quatro das últimas seis finais do Campeonato Carioca colocaram os dois adversários frente à frente, mas o time alvinegro enfrenta um incômodo jejum: não vence seu rival desde 2010.

AE, Agência Estado

27 de fevereiro de 2013 | 15h00

Apesar do histórico recente e da vantagem do empate para o Flamengo, o meia Andrezinho manteve a confiança no Botafogo. "Não me apego muito a tabu. Cada jogo tem sua história. Mas, se existe isso, é mais uma motivação para vencermos. O Flamengo tem vantagem, mas temos 90 minutos e qualidade para vencer", declarou.

Para que o Botafogo consiga a classificação, o meia avaliou como fundamental o apoio da torcida, que não tem comparecido em bom número aos jogos da equipe. "Ter o torcedor ao seu lado, ainda mais em clássico, faz diferença sim. É sempre bom quando o estádio está lotado, até para o espetáculo. O torcedor vai comparecer pela importância do jogo, e esperamos fazer uma grande partida para dar alegria a eles."

No primeiro confronto entre Flamengo e Botafogo neste ano, no dia 17 de fevereiro, o time rubro-negro venceu por 1 a 0, com gol de Hernane. Andrezinho não participou daquela partida, já que estava aprimorando sua condição física. Por isso, o jogador não esconde a ansiedade para enfrentar o rival.

"Estou sonhando com esse jogo, até pela importância que tem a semifinal. É um dos jogos mais importantes do ano. Estou muito empolgado. Por mim, o jogo poderia ser já amanhã. Vou treinar forte essa semana para fazer um grande jogo, com total condição de ajudar à equipe", afirmou.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.