Andrezinho lamenta morte do pai do técnico Tite

O meia Andrezinho lamentou nesta quinta-feira a morte de Genor Bachi, pai do técnico Tite. O pai do treinador morreu na madrugada, em Caxias do Sul, aos 74 anos, e colocou em dúvida a ida de Tite ao Japão para a disputa da Copa Suruga.

AE, Agencia Estado

30 de julho de 2009 | 20h18

"A gente sabe o quanto a família representa para o Tite. Ficamos sentidos, mas sabemos que ele vai superar da melhor maneira", comentou Andrezinho, destaque na vitória sobre o Barueri na quarta-feira.

Mesmo chateado pela morte do técnico, Andrezinho quer manter o bom ritmo do time, sem deixar os jogadores se abaterem pelo episódio. "Todo mundo jogou muito bem, se entregou em campo [na quarta]. Vamos tentar manter este foco", disse.

A delegação do Inter deverá viajar para o Japão na tarde desta sexta-feira. O time vai disputar o título da Copa Suruga na próxima quarta, contra o Oita Trinita, campeão da Liga Japonesa, na cidade de Oita.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.