Anelka não treina e pode ser dispensado da França

O atacante Nicolas Anelka não participou do treinamento da seleção francesa neste sábado, horas depois de a imprensa francesa ter reportado um suposto xingamento do jogador ao técnico Raymond Domenech, no intervalo da derrota para o México, na última quinta-feira, pela Copa do Mundo.

AE-AP, Agência Estado

19 de junho de 2010 | 12h17

De acordo com o jornal L''Equipe, Anelka teria insultado o treinador da seleção após ter seu posicionamento questionado na primeira etapa. Com isso, o jogador nem voltou para o segundo tempo da partida, dando lugar a Gignac.

O vice-presidente da Federação Francesa de Futebol, Christian Teinturier, afirmou que o atacante deveria se desculpar ou ser mandado para casa. "Se, realmente, o que está sendo dito for verdade, ele não deveria mais ficar na Copa. Se essas exatas palavras foram ditas, eu não sei o que ele estava fazendo treinando na última sexta", declarou o dirigente à rádio France Info.

A ausência de Anelka no treinamento deste sábado reforça a possibilidade de o atleta ser dispensado por má conduta. Caso isso aconteça, ele não participará da última partida da França na primeira fase da Copa do Mundo, contra a África do Sul, na próxima terça-feira, pelo Grupo A da competição. Com apenas um ponto em duas partidas, a equipe francesa precisa da vitória para ainda sonhar com a classificação para as oitavas de final.

Tudo o que sabemos sobre:
Copa 2010futebolGrupo AFrançaAnelka

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.