Angioni confirma interesse por França

A diretoria do Corinthians confirmou nesta quarta-feira o interesse na contratação do atacante França, do Bayer Leverkusen, da Alemanha. Em entrevista ao programa Redação Sportv, pela manhã, o diretor de futebol do Alvinegro, Paulo Angioni, contou que a negociação foi iniciada na sexta-feira e poderá ser resolvida ao longo desta semana. Angioni revelou ainda que o Corinthians desistiu de Liedson, mas garantiu que um eventual acordo com França não exclui a contratação de Vágner Love.?O França é uma alternativa. Tivemos uma reunião na sexta-feira e vamos voltar a conversar esta semana?, disse o dirigente. ?Mas o acerto com o França independe do Vágner?, garantiu.Apesar de o empresário de França, Wagner Ribeiro, ter dito que o jogador prefere continuar na Europa, além de ter uma ótima proposta de um clube japonês, Angioni garantiu que o acordo com o Corinthians depende apenas de um ?acerto financeiro?. Angioni não definiu prazo para a conclusão do negócio, mas deixou claro, que o clube tem pressa. ?Nossa necessidade (de um jogador de ataque) é muito grande?, resumiu.O dirigente, no entanto, se mostrou desanimado em relação a Vágner Love. ?A negociação está complicada. O CSKA não está demonstrando interesse em se desfazer do jogador e por conta disso, as coisas andam muito devagar. Todo dia aparecem números diferentes. Primeiro se falou em U$ 12 milhões, depois subiu para U$ 15 milhões, e hoje, já está na casa dos U$ 20 milhões. Este é o problema. Nós acreditamos que o negócio só poderia ser fechado na casa dos 12, 15 milhões?, explicou.Segundo Angioni o Corinthians desistiu oficialmente de Liédson. ?O Sporting não quer negociar. Por conta disso, está totalmente descartada?, afirmou.O Corinthians anda desesperado atrás de um centroavante, mas o time tem feito gols, mesmo sem um especialista. Em 11 rodadas, marcou 21 vezes, mesmo número da líder Ponte Preta, e atrás apenas do Santos - o melhor ataque do Brasileiro - que fez 22.O Alvinegro - que vem de uma vitória por 3 a 1 sobre o Palmeiras - volta a campo no sábado (16), quando enfrenta o Paraná, fora de casa. Na quinta-feira (21) pega o Paysandu, no Pacaembu.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.