Angioni deixa o Fluminense e deve acertar com o Vasco

Angioni deixa o Fluminense e deve acertar com o Vasco

Dirigente estava na equipe do Fluminense desde maio, quando iniciou sua terceira passagem nas Laranjeiras, no Rio de Janeiro

MARCIO DOLZAN, O Estado de S. Paulo

02 de dezembro de 2014 | 17h56

Já praticamente sem pretensões no Brasileirão - o máximo que conseguirá é assegurar uma vaga direta às oitavas de final da Copa do Brasil do próximo ano, caso fique à frente do Grêmio no campeonato -, o Fluminense deu folga aos seus jogadores nesta terça-feira e já começou a se planejar para a temporada de 2015. A primeira mudança está no departamento de futebol.

Nesta terça-feira, o diretor executivo de futebol, Paulo Angioni, anunciou sua saída do clube. Ele estava no Fluminense desde maio, quando iniciou sua terceira passagem nas Laranjeiras. "Chegou a hora de novos desafios, assim como o futebol me ensinou a mudar de acordo com as transformações que sofreu ao longo dos últimos trinta e poucos anos, tive que seguir o mesmo caminho", disse o dirigente, em trecho de comunicado publicado no site do Fluminense.

Ele também elogiou o vice-presidente de futebol do clube, Mário Bittencourt, que poderá seguir na função na próxima temporada. "Um cara visionário e, sobretudo, tricolor inveterado. Respira Fluminense 24 horas por dia. Se não fosse ele, acredito que as coisas estariam bem mais complicadas. Tenho certeza de que a vida me dará a oportunidade de estar ao lado de Mário Bittencourt em outro momento", afirmou Angioni.

Apesar de ter deixado o Fluminense, Angioni deverá seguir trabalhando no Rio. O executivo deverá assumir o futebol do Vasco. Ele tinha acordo verbal com Eurico Miranda ainda antes de o novo presidente vascaíno vencer a eleição no clube.

Tudo o que sabemos sobre:
futebolFluminenseVascoAngioni

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.