Angioni se mantém firme no Corinthians

O novo Corinthians, parceiro da MSI, pode não mudar tanto quanto se imagina. O diretor de Futebol, Paulo Angioni, deve ser mantido - "Já recebi sinais da diretoria de que querem a minha permanência" - e serve, portanto, como um significativo exemplo da cautela que será adotada. Para Angioni, com três ou quatro reforços, a equipe estará pronta. Além de Carlos Tevez, do Boca Juniors, o dirigente descarta qualquer outro acerto. "O que sei é que o próprio Kia Joorabchian (da MSI) afirmou em entrevista que só pretende trazer outros jogadores em 2005." Além dos contratados, Roger, no Flamengo, Luciano Ratinho, no Grêmio, e Doni, no Cruzeiro, retornam ao clube após empréstimo. Angioni garantiu ainda que não serão dadas novas antecipações de férias este ano - assim como ocorreu com Valdson, Marcelo Ramos e Rodrigo.OPOSIÇÃO - Hoje, o juiz Hamid Charaf Bdine Júnior, da 3.ª Vara Cível do Fórum do Tatuapé, determinou que o Corinthians tem 5 dias para entregar a fita onde está gravada a reunião do Conselho Deliberativo que aprovou a parceria, dia 5 de novembro. A gravação será adicionada ao processo impetrado pela oposição, que tenta anular a decisão dos conselheiros.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.