Lindsey Parnaby/AFP
Lindsey Parnaby/AFP

Anistia Internacional se reunirá com Premier League após a compra do Newcastle por sauditas

Grupo que fez a aquisição da equipe inglesa é alegadamente ligado ao governo do país árabe, acusado de violar direitos humanos

Redação, O Estado de S.Paulo

29 de outubro de 2021 | 09h54

Dirigentes da Premier League, empresa que organiza o Campeonato Inglês, vão se reunir em breve com a Anistia Internacional para discutir as consequências da compra do Newcastle, clube da primeira divisão, por um fundo de investimentos da Arábia Saudita, alegadamente ligado ao governo do país do Oriente Médio. O anúncio foi feito nesta sexta-feira pela organização defensora dos direitos humanos.

A Anistia Internacional, através do seu responsável máximo no Reino Unido, tinha requisitado um encontro com a Premier League, defendendo a necessidade de introduzir novas regras na aquisição das equipes que disputam a competição, já que a compra do Newcastle "foi efetuada por pessoas que cometeram crimes contra os direitos humanos".

"Os regulamentos atuais sobre quem controla o futebol inglês estão incorretos e não proíbem proprietários que possam ter sido cúmplices de atos de tortura, escravidão, tráfico de pessoas e até crimes de guerra", disse Sacha Deshmukh, representante da Anistia Internacional, em um comunicado oficial.

O Newcastle foi vendido ao Public Investment Fund (PIF), que vai injetar, segundo a imprensa britânica, 300 milhões de libras (cerca de R$ 2,19 bilhões na cotação atual) no clube localizado na região norte da Inglaterra.

O PIF é um fundo de investimentos ligado à Arábia Saudita, mas a Premier League deu luz verde ao negócio depois de ter recebido garantias de que não existe qualquer relação com governo saudita, que tem sido acusado, reiteradamente, de desrespeitar os direitos humanos. A data da reunião não foi divulgada.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.