Albert Gea/Reuters
Albert Gea/Reuters

Ano começa com quatro ligas europeias praticamente decididas

Ainda na metade da temporada, líderes na Inglaterra, Espanha, França e Alemanha construíram vantagem confortável

Wilson Baldini Junior, O Estado de S. Paulo

08 de janeiro de 2018 | 07h00

O ano de 2018 mal começou e os campeonatos europeus já estão com seus campeões praticamente definidos. Dos cinco principais torneios do Velho Continente, quatro já podem ter pôsteres e faixas produzidos para serem comercializados daqui a algumas semanas com as cores dos times que ostentam atualmente os primeiros lugares nas tabelas de classificação.

+ Transferência de Coutinho faz Brasil ter a seleção mais cara do mundo

+ Com dois de Neymar, Paris Saint-Germain avança na Copa da França

Guardadas as devidas proporções, o Manchester City impõe um domínio já na 22.ª rodada do Campeonato Inglês que faz lembrar a campanha do Corinthians do técnico Fábio Carille no Brasileiro do ano passado. Com 20 vitórias e dois empates, a equipe de Pep Guardiola acumula impressionantes 62 pontos. Gabriel Jesus – que está machucado e só deve voltar à ativa em março – e companhia já balançaram as redes 64 vezes e a defesa só foi vazada em 13 oportunidades.

Enquanto o campeão brasileiro de 2017 ganhou 15 jogos e teve quatro empates no primeiro turno, o Manchester City venceu 18 dos 19 jogos no mesmo período da Premier League.

Campeão pela última vez na temporada 2013/2014, o City tem uma vantagem de 15 pontos para o rival United, 16 para o Chelsea e 18 para o Liverpool. E só restam 16 rodadas pela frente. O lado azul de Manchester tem tudo para festejar o quinto título de sua história.

REGULARIDADE

Na Alemanha, o Bayern de Munique administra 11 pontos de vantagem sobre o Schalke 04 (41 a 30), ao final de 17 das 34 rodadas. Borussia Dortmund, Bayer Leverkusen e Leipzig têm 28 cada e não demonstram força para buscar uma arrancada histórica. 

A equipe de Munique, historicamente muito regular, soma 13 vitórias, dois empates e duas derrotas. O ataque marcou 37 gols, enquanto a defesa sofreu apenas 11 gols. Somente uma reviravolta muito grande para que a taça não vá para os bávaros pela sexta vez consecutiva e pela 28.ª na história.

IMPERFEITO

O Real Madrid não deverá repetir nesta temporada a campanha perfeita de 2016/2017, pois no Espanhol o time campeão mundial de Cristiano Ronaldo deixou o rival Barcelona disparar na frente. São 16 pontos de desvantagem (48 a 32), com o detalhe de já ter perdido o confronto direto em pleno Santiago Bernabéu por 3 a 0 no primeiro turno. Ontem, os merengues só empataram com o Celta.

Caracterizado pelos grandes ataques formados em sua história, o Barcelona nesta temporada também se destaca pelo ótimo desempenho da defesa, que só sofreu sete gols até agora. Messi e Suárez lideram o ataque, que já atingiu a marca de 48 gols no campeonato.

Assim como o City, o time catalão ainda não foi derrotado pelos adversários nacionais. Caso o título seja ratificado nas próximas semanas, o Barcelona volta a diminuir a vantagem do Real Madrid em número de conquistas da La Liga, que atualmente está em 33 a 24. 

PRIMEIRA MISSÃO

Na França, o Paris Saint-Germain desfruta de ótima campanha muito graças ao trio de ataque formado por Neymar, Cavani e Mbappé, autor de 25 dos 58 gols em 19 jogos. Com 16 vitórias, dois empates e apenas uma derrota, o PSG, que busca o sétimo título nacional, tem 50 pontos, nove a mais que os tradicionais rivais Monaco e Lyon. 

Comprado por 222 milhões de euros junto ao Barcelona, Neymar está muito próximo de cumprir a primeira missão na França. Com o título praticamente garantido, o astro brasileiro e seus companheiros terão mais tranquilidade para buscar o tão sonhado título da Champions League. O problema é que seus principais adversários também deverão estar na mesma situação. 

DISPUTA APERTADA

Entre os principais campeonatos europeus, existe uma disputa apenas no Italiano e no Campeonato Português, que tem confronto acirrado entre o trio de sempre. O Porto soma 45 pontos, dois a mais que o tradicional rival Sporting. O Porto ainda não foi derrotado na competição.

Campeonato Italiano desperta grande interesse por causa da acirrada disputa entre Napoli e Juventus, após 20 rodadas. Apenas um ponto separa os rivais (51 a 50) na tabela de classificação, com o detalhe de que o time de Turim obteve importante triunfo em Nápoles, por 1 a 0, gol de Higuaín, que marcou diante de sua ex-equipe, e agora irá receber o concorrente ao título em casa, no returno. 

O desempenho dos times é semelhante nos gols, tanto marcados quanto sofridos. O Napoli anotou 44 gols e sofreu 13, enquanto a Juventus balançou as redes 49 vezes e teve a defesa vazada em 15 oportunidades. A equipe de Nápoles quer encerrar um hegemonia do time de Turim, que conquistou os últimos seis campeonatos.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.