Albert Gea/Reuters
Albert Gea/Reuters

Ano começa com quatro ligas europeias praticamente decididas

Ainda na metade da temporada, líderes na Inglaterra, Espanha, França e Alemanha construíram vantagem confortável

Wilson Baldini Junior, O Estado de S. Paulo

08 Janeiro 2018 | 07h00

O ano de 2018 mal começou e os campeonatos europeus já estão com seus campeões praticamente definidos. Dos cinco principais torneios do Velho Continente, quatro já podem ter pôsteres e faixas produzidos para serem comercializados daqui a algumas semanas com as cores dos times que ostentam atualmente os primeiros lugares nas tabelas de classificação.

+ Transferência de Coutinho faz Brasil ter a seleção mais cara do mundo

+ Com dois de Neymar, Paris Saint-Germain avança na Copa da França

Guardadas as devidas proporções, o Manchester City impõe um domínio já na 22.ª rodada do Campeonato Inglês que faz lembrar a campanha do Corinthians do técnico Fábio Carille no Brasileiro do ano passado. Com 20 vitórias e dois empates, a equipe de Pep Guardiola acumula impressionantes 62 pontos. Gabriel Jesus – que está machucado e só deve voltar à ativa em março – e companhia já balançaram as redes 64 vezes e a defesa só foi vazada em 13 oportunidades.

Enquanto o campeão brasileiro de 2017 ganhou 15 jogos e teve quatro empates no primeiro turno, o Manchester City venceu 18 dos 19 jogos no mesmo período da Premier League.

Campeão pela última vez na temporada 2013/2014, o City tem uma vantagem de 15 pontos para o rival United, 16 para o Chelsea e 18 para o Liverpool. E só restam 16 rodadas pela frente. O lado azul de Manchester tem tudo para festejar o quinto título de sua história.

REGULARIDADE

Na Alemanha, o Bayern de Munique administra 11 pontos de vantagem sobre o Schalke 04 (41 a 30), ao final de 17 das 34 rodadas. Borussia Dortmund, Bayer Leverkusen e Leipzig têm 28 cada e não demonstram força para buscar uma arrancada histórica. 

A equipe de Munique, historicamente muito regular, soma 13 vitórias, dois empates e duas derrotas. O ataque marcou 37 gols, enquanto a defesa sofreu apenas 11 gols. Somente uma reviravolta muito grande para que a taça não vá para os bávaros pela sexta vez consecutiva e pela 28.ª na história.

IMPERFEITO

O Real Madrid não deverá repetir nesta temporada a campanha perfeita de 2016/2017, pois no Espanhol o time campeão mundial de Cristiano Ronaldo deixou o rival Barcelona disparar na frente. São 16 pontos de desvantagem (48 a 32), com o detalhe de já ter perdido o confronto direto em pleno Santiago Bernabéu por 3 a 0 no primeiro turno. Ontem, os merengues só empataram com o Celta.

Caracterizado pelos grandes ataques formados em sua história, o Barcelona nesta temporada também se destaca pelo ótimo desempenho da defesa, que só sofreu sete gols até agora. Messi e Suárez lideram o ataque, que já atingiu a marca de 48 gols no campeonato.

Assim como o City, o time catalão ainda não foi derrotado pelos adversários nacionais. Caso o título seja ratificado nas próximas semanas, o Barcelona volta a diminuir a vantagem do Real Madrid em número de conquistas da La Liga, que atualmente está em 33 a 24. 

PRIMEIRA MISSÃO

Na França, o Paris Saint-Germain desfruta de ótima campanha muito graças ao trio de ataque formado por Neymar, Cavani e Mbappé, autor de 25 dos 58 gols em 19 jogos. Com 16 vitórias, dois empates e apenas uma derrota, o PSG, que busca o sétimo título nacional, tem 50 pontos, nove a mais que os tradicionais rivais Monaco e Lyon. 

Comprado por 222 milhões de euros junto ao Barcelona, Neymar está muito próximo de cumprir a primeira missão na França. Com o título praticamente garantido, o astro brasileiro e seus companheiros terão mais tranquilidade para buscar o tão sonhado título da Champions League. O problema é que seus principais adversários também deverão estar na mesma situação. 

DISPUTA APERTADA

Entre os principais campeonatos europeus, existe uma disputa apenas no Italiano e no Campeonato Português, que tem confronto acirrado entre o trio de sempre. O Porto soma 45 pontos, dois a mais que o tradicional rival Sporting. O Porto ainda não foi derrotado na competição.

Campeonato Italiano desperta grande interesse por causa da acirrada disputa entre Napoli e Juventus, após 20 rodadas. Apenas um ponto separa os rivais (51 a 50) na tabela de classificação, com o detalhe de que o time de Turim obteve importante triunfo em Nápoles, por 1 a 0, gol de Higuaín, que marcou diante de sua ex-equipe, e agora irá receber o concorrente ao título em casa, no returno. 

O desempenho dos times é semelhante nos gols, tanto marcados quanto sofridos. O Napoli anotou 44 gols e sofreu 13, enquanto a Juventus balançou as redes 49 vezes e teve a defesa vazada em 15 oportunidades. A equipe de Nápoles quer encerrar um hegemonia do time de Turim, que conquistou os últimos seis campeonatos.

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.